Bem-vindo: Ago 23, 2017 11:59

Nov 02, 2015 14:02
pitágoras Forista VIP
Mensagens: 2793
Hypermarcas - HYPE3
pitágoras
Registrado em:
Out 20, 2015 21:54
 
 
A dívida bruta, no 3T15, foi para R$ 5.477,7 Bilhões, no segundo de 2015, em R$ 4.978,600, um belo aumento. No 2T15 o lucro foi de R$ 110,9 milhões, já no terceiro foi de R$ 75.382 milhões. Olhando o balanço verifico que as perdas cambiais foram de mais de R$ 75 milhões...e se o dólar continuar a se desvalorizar nos próximos anos, uns três, indo para 15, depois, 20, 25, superando a Argentina. Historicamente, sempre estivemos atrás deste país...?

Jan 29, 2016 22:48
Maquinho Forista VIP
Mensagens: 11738
Re: Hypermarcas - HYPE3
Avatar do usuário
Registrado em:
Out 21, 2010 11:08
 
 
Hypermarcas vende divisão de camisinhas à Reckitt Benckiser
R$ 675M

Abr 29, 2016 0:37
rr.cabral Estreante
Mensagens: 21
Rompeu topo histórico
rr.cabral
Registrado em:
Abr 27, 2016 16:41
 
 
Fechamento maravilhoso hoje, rompendo topo histórico.

Jun 28, 2016 13:48
Mundial 1993 Forista VIP
Mensagens: 7078
Re: Rompeu topo histórico
Avatar do usuário
Registrado em:
Out 16, 2015 9:17
 
 
juse27 escreveu:
rr.cabral escreveu:Fechamento maravilhoso hoje, rompendo topo histórico.

ABERTURA HORROROSA HOJE!!
Hypermarcas desvaloriza após delação premiada e micocap despenca até 19% após plano de recuperação cancelado
http://defendaseudinheiro.com.br/hyperm ... -cancelado


SITE DEFENDASEUDINHEIRO É CHEIO DE VÍRUS

Imagem

Jun 29, 2016 13:57
pitágoras Forista VIP
Mensagens: 2793
Re: Hypermarcas - HYPE3
pitágoras
Registrado em:
Out 20, 2015 21:54
 
 
O certo e recerto é que a bolsa de valores ou bolsa de falcatruas já que a CVM não funciona acontento, da nossa querida Repúblicadas Bananas está superlotada, abarrotada de tranqueiras. Esta empresa ainda é uma que se salva, como Fibria, Embraer e outras, no meu juízo. Talvez, as quedas que ocorrertão nos próximos dias ou até meses seja uma oportunidade...acompanhemos sem as costumeiras paixões dos foristas bananenses....tudo no racional...por falar em falcatruas hoje saiu mais uma do EIKE leve e solto, LLX e Caixa Economica Federal...

Jun 29, 2016 18:35
pitágoras Forista VIP
Mensagens: 2793
Re: Hypermarcas - HYPE3
pitágoras
Registrado em:
Out 20, 2015 21:54
 
 
juse27 escreveu:
pitágoras escreveu:O certo e recerto é que a bolsa de valores ou bolsa de falcatruas já que a CVM não funciona acontento, da nossa querida Repúblicadas Bananas está superlotada, abarrotada de tranqueiras. Esta empresa ainda é uma que se salva, como Fibria, Embraer e outras, no meu juízo. Talvez, as quedas que ocorrertão nos próximos dias ou até meses seja uma oportunidade...acompanhemos sem as costumeiras paixões dos foristas bananenses....tudo no racional...por falar em falcatruas hoje saiu mais uma do EIKE leve e solto, LLX e Caixa Economica Federal...

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/06/1786669-empresa-de-eike-pagou-propina-a-cunha-diz-delator-fabio-cleto.shtml
#eike caiu na delação premiada, cadeia é questão de tempo#
::)))


Se Eike, o empresário simbolo do Partido dos Trapaceiros não for preso nos próximos meses, fujam da República das Bananas pois nunca vi tantos golpes na bolsa com a vista grossa, embassada, da CVM e do MPF...

Jun 29, 2016 18:41
pitágoras Forista VIP
Mensagens: 2793
Re: Hypermarcas - HYPE3
pitágoras
Registrado em:
Out 20, 2015 21:54
 
 
Hoje foi dia que chamo de tétrico para este ativo, fechou nos R$ 22,25, com queda de 14,26%. O pessoalc não gostou do envolvimento da empresa com a a super e heróica Lava Jato, verdadeiro filme de terror para os malfeitores da Republica das Bananas....aqui é só República das Bananas, você jovem, guiado pelo princípio do otimismo, abrolhos... os malfeitores continuam nas falcatruas do mesmo jeito a plenos vapores, é ridiculo apenas um juiz e alguns promotores a fazer o papel de milhares de profissionais...o partido que dava cobertura e cumplicidade ao Partido dos Trapaceiros agora está no comando, é meu velho conhecido da época tétrica do Sarney, o héroi da Fifi...Sarney é conhecido nos bastidores como o capo di tutti i capi...O PMDB ou Partiidos dos Malandros e Desocupados Brasileiros já produziu a maior inflação da história deste país...gosta de dar aumentos, produzir inflação e ficar de boa com a população ignorante e com o funcionalismo público...é um PT mais moderado sem a loucura comunista...mas é mais periculoso uma vez que sabem melhor dissimular ou acendem uma vela para o Demônio e outra para Deus, que os petralhas que são mais ignorantes e ingênuos...estou a prever muita inflação aqui, vide os aumentos...o dono desta empresa é um tal de João Alves, envolvido até o pescoço com políticos...

Jun 29, 2016 22:16
Milhao Forista Assíduo
Mensagens: 166
Re: Hypermarcas - HYPE3
Milhao
Registrado em:
Jun 09, 2015 20:30
 
 
HYPERMARCAS S.A.
Companhia Aberta
CNPJ nº. 02.932.074/0001-91
NIRE 35.300.353.251
COMUNICADO AO MERCADO
A HYPERMARCAS S.A. ("Hypermarcas", ou a "Companhia") em resposta ao ofício CVM
205/2016 - CVM/SEP/GEA-2 (“Ofício”), cujo teor segue anexo, presta os
seguintes esclarecimentos acerca da matéria veiculada pelo jornal "O Estado de São Paulo" em
29 de junho de 2016 sob o título “Empresa de dono da Hypermarcas fez repasse para Dirceu”:
(i) A Hypermarcas não tem nenhuma relação com o assunto reportado na notícia, que é de
exclusividade da Monte Cristalina, empresa controlada pelo Sr. João Alves de Queiroz Filho. O
trecho grifado no Ofício foi um equívoco do Jornal “O Estado de São Paulo” que, inclusive,
retificou a informação para deixar claro que os esclarecimentos foram prestados pela assessoria
de imprensa da Monte Cristalina; e
(ii) Indagado pela Companhia, o acionista controlador informou que (a) Monte Cristalina é uma
holding de investimentos com posições líquidas e participação em diversas companhias de
setores variados (b) conforme amplamente divulgado no início de 2015 aos meios de
comunicação, a Monte Cristalina contratou a preço de mercado a JD Consultoria para análise
sobre o cenário político e econômico brasileiro, e (c) a Monte Cristalina e o controlador da
Companhia não são alvo de investigação sobre o assunto.
Ficamos à disposição para maiores esclarecimentos por meio de nossa área de Relações com
Investidores.
São Paulo, 29 de junho de 2016
Hypermarcas S.A.
Breno Toledo Pires de Oliveira
Diretor de Relações com Investidores

Jun 29, 2016 22:17
Milhao Forista Assíduo
Mensagens: 166
Re: Hypermarcas - HYPE3
Milhao
Registrado em:
Jun 09, 2015 20:30
 
 
Pura especulação do mercado,pode esperar uma subida rápida. O Mercado é muito cruel.

Jun 30, 2016 7:14
Milhao Forista Assíduo
Mensagens: 166
Re: Hypermarcas - HYPE3
Milhao
Registrado em:
Jun 09, 2015 20:30
 
 
HYPERMARCAS S.A.
Companhia Aberta
CNPJ nº. 02.932.074/0001-91
NIRE 35.300.353.251
FATO RELEVANTE
A HYPERMARCAS S.A. (a “Companhia” ou “Hypermarcas”), nos termos dos Art. 157, § 4º, da
Lei nº. 6.404, de 15 de dezembro de 1976, e na Instrução CVM nº. 358, de 3 de janeiro de
2002, tendo em vista a publicação, nesta data, de matéria no jornal O Estado de São Paulo,
página A4, vem a público informar o quanto se segue.
O Sr. Nelson Mello é um ex-executivo da Companhia que exerceu a função de Diretor de
Relações Institucionais até o início de março de 2016.
Após a saída do ex-executivo, a Companhia contratou assessores externos renomados para
conduzirem uma auditoria, já finalizada, que concluiu que o Sr. Mello autorizou, por iniciativa
própria, despesas sem as devidas comprovações das prestações de serviços.
A Companhia ressalta que não é alvo de nenhum procedimento investigativo e que não se
beneficiou de quaisquer dos atos praticados pelo ex-executivo.
Após o final da auditoria, com o fim de preservar os seus interesses e de seus acionistas, a
Companhia celebrou um instrumento irrevogável e irretratável com o Sr. Mello, pelo qual
assegurou ressarcimento integral pelos prejuízos sofridos.
A Companhia reprova veementemente quaisquer atos que conflitem com seu Código de
Conduta Ética e reitera seu compromisso com os mais elevados padrões de governança
corporativa.
São Paulo, 28 de junho de 2016
Hypermarcas S.A.
Breno Toledo Pires de Oliveira
Diretor de Relações com Investidores

Jun 30, 2016 7:16
Milhao Forista Assíduo
Mensagens: 166
Re: Hypermarcas - HYPE3
Milhao
Registrado em:
Jun 09, 2015 20:30
 
 
HYPERMARCAS S.A.
Companhia Aberta
CNPJ nº. 02.932.074/0001-91
NIRE 35.300.353.251
COMUNICADO AO MERCADO
A HYPERMARCAS S.A. ("Hypermarcas", ou a "Companhia") em resposta ao ofício CVM
205/2016 - CVM/SEP/GEA-2 (“Ofício”), cujo teor segue anexo, presta os
seguintes esclarecimentos acerca da matéria veiculada pelo jornal "O Estado de São Paulo" em
29 de junho de 2016 sob o título “Empresa de dono da Hypermarcas fez repasse para Dirceu”:
(i) A Hypermarcas não tem nenhuma relação com o assunto reportado na notícia, que é de
exclusividade da Monte Cristalina, empresa controlada pelo Sr. João Alves de Queiroz Filho. O
trecho grifado no Ofício foi um equívoco do Jornal “O Estado de São Paulo” que, inclusive,
retificou a informação para deixar claro que os esclarecimentos foram prestados pela assessoria
de imprensa da Monte Cristalina; e
(ii) Indagado pela Companhia, o acionista controlador informou que (a) Monte Cristalina é uma
holding de investimentos com posições líquidas e participação em diversas companhias de
setores variados (b) conforme amplamente divulgado no início de 2015 aos meios de
comunicação, a Monte Cristalina contratou a preço de mercado a JD Consultoria para análise
sobre o cenário político e econômico brasileiro, e (c) a Monte Cristalina e o controlador da
Companhia não são alvo de investigação sobre o assunto.
Ficamos à disposição para maiores esclarecimentos por meio de nossa área de Relações com
Investidores.
São Paulo, 29 de junho de 2016
Hypermarcas S.A.
Breno Toledo Pires de Oliveira
Diretor de Relações com Investidores
29/06/2016 :: SEI / CVM - 0125784 - Ofício ::
file:///C:/Users/leandro.gomes/AppData/Local/Microsoft/Windows/Temporary%20Internet%20Files/Content.Outlook/R7H6WLCX/Oficio_0125784.html 1/4
COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
Rua Sete de Setembro 111 33º andar - Bairro Centro - Rio de Janeiro/RJ - CEP 20050-901
Telefone: (21)3554-8220 - www.cvm.gov.br

Ofício nº 205/2016-CVM/SEP/GEA-2
Rio de Janeiro, 29 de junho de 2016.

Ao Senhor
Breno Toledo Pires de Oliveira
Diretor de Relações com Investidores da
HYPERMARCAS S/A
Av. Magalhães de Castro nº 4.800 - 24º andar - Torre 3 - Cidade Jardim
São Paulo, SP – 05502-001
Telefone: (11) 3627-4242 / Fax: (11) 3627-4371
E-mail: ri@hypermarcas.com.br
C/C: emissores@bvmf.com.br

Assunto: Solicitação de esclarecimentos sobre notícia veiculada na mídia

Prezado Senhor Diretor,

1. Reportamo-nos à notícia veiculada no jornal O Estado de São Paulo, no dia
29/04/2016, sob o título "Empresa de dono da Hypermarcas fez repasse para Dirceu", na qual
constam as seguintes informações:
"Na mira da Procuradoria-Geral da República após delação de seu exdiretor
de Relações Institucionais Nelson Mello, o grupo Hypermarcas já
teve seu principal Acionista , João Alves de Queiroz Filho, citado em
quebra de sigilo na Operação Lava Jato. Embora a delação de Mello não
tenha sido fechada na operação que apura corrupção na Petrobrás , os
investigadores querem descobrir o motivo dos pagamentos feitos pela
Monte Cristalina, holding de Queiroz Filho, à JD Consultoria, do exministro
da Casa Civil José Dirceu (governo Lula).
29/06/2016 :: SEI / CVM - 0125784 - Ofício ::
file:///C:/Users/leandro.gomes/AppData/Local/Microsoft/Windows/Temporary%20Internet%20Files/Content.Outlook/R7H6WLCX/Oficio_0125784.html 2/4
De acordo com a quebra de sigilo da consultoria solicitada pela forçatarefa
de Curitiba, a Monte Cristalina efetuou vários pagamentos, entre
2008 e 2013, que, somados, alcançam R$ 1,5 milhão. Agora,como revelou
o Estado ontem, a Hypermarcas, empresa em que Queiroz Filho tem 20%
de participação, está no centro de mais uma suspeita envolvendo políticos.
Segundo Mello, apontado como braço direito de Queiroz Filho há cerca de
30 anos, a empresa repassou R$ 30 milhões a senadores do PMDB, entre
eles Romero Jucá (RR), Renan Calheiros (AL) e Eduardo Braga (AM).
Todos negam.
Lobistas. Em um de seus depoimentos, Mello disse ter conhecido em
Brasília os lobistas Lúcio Bolonha Funaro, apontado como suposto
operador do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ),
e Milton Lyra, suposto lobista do presidente do Senado, Renan Calheiros,
para "se aproximar" do poder. Seu objetivo, declarou, era "proteger" o
mercado que representava que, em sua avaliação, precisava de "proteção
legal".
Embora os depoimentos não guardem relação com a Lava Jato, as
revelações de Mello fortalecem uma nova frente de investigação na
Procuradoria que pretende apurar a relação de políticos e lobistas de
Brasília. Nesse cenário, o repasse da Monte Cristalina à JD Consultoria é
um dos casos que estão na mira dos investigadores. Além disso, a
Procuradoria pretende esmiuçar os projetos de lei, medidas provisórias e
dívidas fiscais relacionadas a Empresas do setor farmacêutico, em
especial, o laboratório Hypermarcas.
Proteção. Em sua delação, Mello disse também que "ressarciu" o grupo do
montante que teria repassado aos lobistas. Segundo ele, a Hypermarcas
'não auferiu nenhuma vantagem nem sofreu prejuízos porque foi
reembolsada'. Em nota divulgada ontem, após a reportagem do Estado, a
empresa diz que Mello teria autorizado 'por iniciativa própria as despesas
sem as devidas comprovações de prestação do serviço'.
Para pessoas com acesso às investigações, o relato de Mello teria como
objetivo proteger Queiroz Filho e a Hypermarcas de modo a sugerir que os
pagamentos seriam de responsabilidade exclusiva do ex-funcioná-rio. A
versão é reforçada pelos recados enviados nos bastidores por um dos
supostos lobistas utilizados pelo ex-executivo da Hypermarcas.
Oficialmente, Lúcio Funaro, por meio de seu advogado, Antônio Cláudio
Mariz de Oliveira, informou que nunca fez lobby, nunca distribuiu propina
e que os contratos assinados com a Hypermarcas tiveram com o objeto
"assessoria com finalidade de economia de energia" em duas Empresas do
grupo.
Entretanto, nos bastidores, o suposto lobista tem enviado recados a
Queiroz Filho. Em e-mail encaminhado a alguns amigos, Funaro disse
desconhecer o conteúdo da delação de Mello e ressaltou que, ao contrário
do que diz o agora delator, seu contato no Hypermarcas era o próprio
Queiroz Filho. Como prova, em anexo do e-mail, o suposto lobista
encaminhou também uma foto na qual aparece ao lado do maior Acionista
do grupo.
Grupo afirma que Mello atuou sem autorização
Em nota à imprensa, o Grupo Hypermarcas informou que, após a saída de
Nelson Mello, em março de 2016, a companhia "contratou assessores
29/06/2016 :: SEI / CVM - 0125784 - Ofício ::
file:///C:/Users/leandro.gomes/AppData/Local/Microsoft/Windows/Temporary%20Internet%20Files/Content.Outlook/R7H6WLCX/Oficio_0125784.html 3/4
externos renomados para conduzir uma auditoria, já finalizada, que
concluiu que o Sr. Mello autorizou, por iniciativa própria, despesas sem as
devidas comprovações das prestações de serviços.
Sobre os pagamentos da Monte Cristalina à JD Consultoria, o grupo disse
que a contratação teve como objeto "análises mensais sobre o cenário
político e econômico brasileiro" e que os valores cobrados "estavam em
linha" com preços do mercado.
A defesa de José Dirceu não respondeu ao Estado. Milton Lyra negou que
"tenha se apresentado ou agido em nome de qualquer parlamentar nas
falsas situações descritas pela imprensa". Em e-mail a amigos, Lúcio
Bolonha Funaro diz desconhecer a delação de Mello."
2. A respeito, requeremos a manifestação de V.S.a sobre a veracidade das
afirmações veiculadas na notícia (em especial a respeito do trecho grifado) e, caso
afirmativo, solicitamos manifestação sobre os motivos pelos quais entendeu não se tratar o
assunto de Fato Relevante, nos termos da Instrução CVM nº 358/02.
3. Tal manifestação deverá incluir cópia deste Ofício e ser encaminhada
ao Sistema IPE, categoria “Comunicado ao Mercado”, tipo “Esclarecimentos sobre
consultas CVM/BOVESPA”.
4. Ressaltamos que, nos termos do art. 3º da Instrução CVM nº 358/02,
cumpre ao Diretor de Relações com Investidores divulgar e comunicar à CVM e, se for o
caso, à bolsa de valores e entidade do mercado de balcão organizado em que os valores
mobiliários de emissão da companhia sejam admitidos à negociação, qualquer ato ou fato
relevante ocorrido ou relacionado aos seus negócios, bem como zelar por sua ampla e
imediata disseminação, simultaneamente em todos os mercados em que tais valores
mobiliários sejam admitidos à negociação.
5. Lembramos ainda da obrigação disposta no parágrafo único do art. 4º da
Instrução CVM nº 358/02, de inquirir os administradores e acionistas controladores da
Companhia, com o objetivo de averiguar se estes teriam conhecimento de informações que
deveriam ser divulgadas ao mercado. fato relevante ocorrido ou relacionado aos seus
negócios, bem como zelar por sua ampla e imediata disseminação, simultaneamente em todos
os mercados em que tais valores mobiliários sejam admitidos à negociação.
6. De ordem da Superintendência de Relações com Empresas – SEP,
alertamos que caberá a esta autoridade administrativa, no uso de suas atribuições legais e,
com fundamento no inciso II, do artigo 9º, da Lei nº 6.385/1976, e no artigo 7º c/c o artigo 9º
da Instrução CVM nº 452/2007, determinar a aplicação de multa cominatória, no valor de R$
1.000,00 (mil reais), sem prejuízo de outras sanções administrativas, pelo não atendimento ao
presente ofício, ora também enviado e-mail, no prazo de 1 (um) dia útil.

Atenciosamente,

29/06/2016 :: SEI / CVM - 0125784 - Ofício ::
file:///C:/Users/leandro.gomes/AppData/Local/Microsoft/Windows/Temporary%20Internet%20Files/Content.Outlook/R7H6WLCX/Oficio_0125784.html 4/4
Documento assinado eletronicamente por Guilherme Rocha Lopes, Gerente, em
29/06/2016, às 15:43, conforme art. 1º, III, "b", da Lei 11.419/2006.
A autenticidade do documento pode ser conferida no site
https://sei.cvm.gov.br/conferir_autenticidade, informando o código verificador 0125784 e o
código CRC 6A1D15CE.
This document's authenticity can be verified by accessing
https://sei.cvm.gov.br/conferir_autenticidade, and typing the "Código Verificador" 0125784 and the
"Código CRC" 6A1D15CE.
Referência: Processo nº 19957.004322/2016-22

Jun 30, 2016 7:17
Milhao Forista Assíduo
Mensagens: 166
Re: Hypermarcas - HYPE3
Milhao
Registrado em:
Jun 09, 2015 20:30
 
 

Jul 02, 2016 8:17
Black market Estreante
Mensagens: 60
Re: Hypermarcas - HYPE3
Black market
Registrado em:
Jun 02, 2009 15:26
 
 
Essas notícias irão gerar uma correção interessante e possivelmente gerar uma possibilidade interessante de entrada daqui algumas semanas.

Dez 23, 2016 16:14
PETRO2630 Forista Assíduo
Mensagens: 664
Re: Hypermarcas - HYPE3
Avatar do usuário
Registrado em:
Jul 18, 2016 18:09
 
 
mico pitágoras escreveu:
Black market escreveu:Essas notícias irão gerar uma correção interessante e possivelmente gerar uma possibilidade interessante de entrada daqui algumas semanas.


Ibovespa opera em alta


O Ibovespa opera com alta de 1,26%, aos 57.974 pontos nesta sexta-feira. Em dia com agenda fraca e com baixo volume de negociações diante da proximidade das festas de final de ano os investidores se voltam ao noticiário corporativo.


As ações da Hypermarcas operam entre as altas, diante da confirmação da venda de seu negócio de produtos descartáveis para a Ontex Group NV por R$ 1 bilhão. O Negócio de Produtos Descartáveis é composto pelas marcas de fraldas infantis Pom Pom, Cremer e Sapeka, além de Bigfral.

Hypermarcas vende por R$ 1 bilhão seu negócio de produtos descartáveis para a Ontex
Lopes Filho

No mesmo dia em que esclareceu à Bovespa que não havia assinado instrumento vinculante, a Hypermarcas publicou na noite de ontem um comunicado confirmando um Contrato de Compra e Venda de Ações com a Ontex Group para alienação de seu negócio de produtos descartáveis. O preço, de R$ 1 bilhão, será recebido à vista no primeiro trimestre de 2017, quando a Hypermarcas espera concluir a transação, que depende da aprovação de órgãos de defesa da concorrência. O Negócio de Produtos Descartáveis é substancialmente composto pelas marcas de fraldas infantis Pom Pom, Cremer e Sapeka, além de Bigfral, marca líder no Brasil no segmento de fraldas para incontinência. A transação atual, em conjunto com a venda do negócio de cosméticos para a Coty em 2015 e com a venda do negócio de Preservativos para a Reckitt Benckiser Brasil este ano, conclui o processo de reestruturação do portfólio da Hypermarcas, que se torna, então, uma empresa farmacêutica pura. Notícia positiva.

Anterior

Voltar para Ações Ibovespa

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante

cron