Bem-vindo: Ago 23, 2017 17:29

Abr 13, 2010 18:28
Mister Madruga Forista VIP
Mensagens: 2288
Metalúrgica Gerdau S.A. - GOAU3 / GOAU4
Avatar do usuário
Registrado em:
Jun 05, 2009 10:52
 
 
Pilla faz modificações e lista 14 papéis em carteira recomendada para abril

Recomendar!Por: Equipe InfoMoney
13/04/10 - 16h20
InfoMoney

SÃO PAULO - A corretora Pilla apresentou sua carteira recomenda para o mês de abril, listando 14 papéis que na avaliação de seus analistas devem demonstrar desempenho diferenciado ao longo do quarto mês deste ano.

Para o período, a corretora excluiu os ativos da CCR, Cosan e Suzano. No lugar deles, foram incorporadas as ações de BM&F Bovespa, MRV, Agre, Natura e Lojas Renner.

Apesar do maior número de ações sugeridas, a carteira mostra certa concentração, já que as ações PETR4 e VALE5, as duas maiores blue chips da bolsa brasileira, recebem peso de 20% cada no portfólio sugerido pela Pilla.

Confira as recomendações:

Empresa Código Peso
Petrobras PETR4 20%
Vale Rio Doce VALE5 20%
BM&F Bovespa BVMF3 3%
Bradesco BBDC4 9%
Usiminas USIM5 10%
Gerdau Metalúrgica GOAU4 10%
Souza Cruz CRUZ3 3%
Duratex DTEX3 5%
Brasil Foods BRFS3 3%
MRV Engenharia MRVE3 3%
Agre AGEI3 4%
Natura NATU3 3%
Lojas Renner LREN3 4%
ALL ALLL11 3%

Abr 14, 2010 5:42
Mister Madruga Forista VIP
Mensagens: 2288
Avatar do usuário
Registrado em:
Jun 05, 2009 10:52
 
 
AGO/E AGENDADA PARA 27/04/2010

GERDAU MET (GOAU-N1) - AGO/E - 15h
Aprovar as contas do exercicio findo em 31.12.2009; deliberar sobre a destinacao do lucro liquido do exercicio e a distribuicao de resultados. Conforme proposta da administracao serao ratificados os juros sobre o capital proprio, imputados aos dividendos, declarados na RCA de 05/11/09 e pagos em 26/11/09 (R$0,165 por acao) e os declarados na RCA de 23/12/09 e pagos em 12/03/10 (R$0,26 por acao); eleger os membros do Conselho de Administracao e fixar a remuneracao dos administradores; eleger os membros do Conselho Fiscal e seus suplentes e fixar as respectivas remuneracoes; alterar o Plano de Outorga de Opcao de Compra de Acoes aprovado pela AGE de 30/04/03. Encontra-se a disposicao no site da BM&FBOVESPA (www.bmfbovespa.com.br), em Empresas Listadas / Informacoes Relevantes, a integra da proposta da Administracao. IOCHP-MAXION (MYPK-NM) - AGO - 14h Aprovar as Demonstracoes Financeiras relativas ao exercicio social/2009; destinacao do lucro liquido do exercicio encerrado em 31.12.2009, com a ratificacao dos dividendos ja aprovados; eleicao de membros titulares e suplentes do Conselho de Administracao para mandato unificado, excepcionalmente de tres anos em virtude de o controle da Companhia ter se tornado difuso (conforme definido no Regulamento de Listagem do Novo Mercado). Findo tal prazo, o mandato dos membros do Conselho de Administracao eleitos voltara a ser de dois anos; e fixacao da remuneracao global anual dos administradores.

http://web.infomoney.com.br/templates/n ... 5817&path=

Abr 14, 2010 5:45
Mister Madruga Forista VIP
Mensagens: 2288
Avatar do usuário
Registrado em:
Jun 05, 2009 10:52
 
 
XP aumenta exposição em commodities e consumo em sua carteira de abril

Recomendar!Por: Equipe InfoMoney
05/04/10 - 06h21
InfoMoney

SÃO PAULO - A XP Investimentos divulgou sua carteira recomendada para abril, apresentando 10 sugestões de ações que devem ter desempenho diferenciado ao longo do mês. Em relação a março, duas modificações foram feitas: os papéis de EzTec e BR Foods deixaram o portfólio, entrando no lugar os ativos de Magnesita e BR Malls.

A alocação da Magnesita faz parte de sua estratégia de aumentar a exposição ao setor ligado às commodities metálicas. Segundo a corretora, apesar do ótimo desempenho reportado pelas siderúrgicas durante março, as ações desta companhia - que atua na produção de refratários, produto essencial em processos industriais que utilizam altas temperaturas - não tiveram o mesmo desempenho, apesar de possuírem uma correlação operacional bastante forte com o setor. "Com isso, decidimos colocá-la recomendada", frisou.

Já o posicionamento em BR Malls reflete sua aposta em empresas ligadas à demanda interna. "A BR Malls é uma das maiores companhias de shopping centers do Brasil, com presença nas cinco regiões do País, atendendo aos consumidores de todas as classes sociais", aponta a XP, que espera ver a companhia tirar proveito da melhoria dos indicadores econômicos domésticos, como confiança do consumidor, nível de emprego, taxa de juros em patamares baixos e nível de renda, dentre outros.

Dessa forma, o posicionamento atual do portfólio da XP encontra-se em 43% atrelado a setores cíclicos globais (OGX, Vale, Gerdau e Magnesita), 37% em empresas diretamente influenciadas pela demanda doméstica (Itaúsa, AmBev, Positivo e BR Malls) e 20% em companhias com caráter defensivo (Ultrapar e Tractebel).

Confira o portfólio para abril:

Empresa Código Peso Categoria

OGX Petróleo OGXP3 8%
Vale VALE5 13%
Gerdau Met. GOAU4 10%
Magnesita MAGG3 12%
BR Malls BRML3 10%
Itaúsa ITSA4 12%
AmBev AMBV4 8%
Positivo POSI3 7%
Ultrapar UGPA4 12%
Tractebel TBLE3 8%

Abr 14, 2010 5:49
Mister Madruga Forista VIP
Mensagens: 2288
Avatar do usuário
Registrado em:
Jun 05, 2009 10:52
 
 
Analistas comentam os dados de vendas de carros e distribuem recomendações

Recomendar!Por: Equipe InfoMoney
19/02/10 - 18h19
InfoMoney

SÃO PAULO - Avaliando os dados sobre as vendas de automóveis durante a primeira quinzena de fevereiro, divulgados na última quinta (18) pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), os analistas das corretoras Ativa e Ágora avaliaram o desempenho do setor durante o período, assim como seu impacto sobre as empresas com maior exposição à indústria automobilística.

Durante os primeiros quinze dias do mês, o número de veículos emplacados foi de 200.355, alta de 9,8% frente ao mesmo período de fevereiro de 2009 e de 13,7% frente à primeira quinzena de janeiro de 2010. Na passagem anual, destaque para a expansão nas vendas de caminhões (+24%) e de veículos comerciais leves (+17,1%). Já na passagem mensal, o total de automóveis comercializados cresceu 25,2%. Por outro lado, os ônibus vendidos recuaram 47,8%.

Ativa: visão neutra às empresas expostas ao setor
Dando ênfase às empresas diretamente expostas ao segmento de transportes, como Randon (RAPT4), Iochpe-Maxion (MYPK3), Marcopolo (POMO4) e Tegma (TGMA3), a Ativa vê os dados divulgados pela Fenabrave como neutros, por conta dos favores sazonais. "A comparação dos períodos quinzenais costuma apresentar distorções, no sentido que o resultado torna-se sensível ao número de dias úteis no período", explica a corretora.

Contudo, os analistas mantém o viés positivo em torno da indústria automobilística nacional e, consequentemente, para as fabricantes de peças e outros componentes. Ademais, o fim da redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para os carros flex até mil cilindradas e para veículos pesados, com os prazos terminando ao final de março e junho, respectivamente, deverá afetar o consumo interno tanto de veículos leves como pesados.

As ações da Randon seguem sob recomendação de compra pela Ativa, com o preço-alvo para o final de 2010 sugerindo uma valorização de 30,45% em relação à cotação de fechamento da última quinta-feira. Já as teses de investimento para as outras empresas estão sob revisão.

Ágora: viés positivo para as siderúrgicas
Diferentemente da Ativa Corretora, a equipe de análise da Ágora viu com bons olhos o volume de vendas no mercado brasileiro durante a primeira quinzena de fevereiro, fato que repercute diretamente nas siderúrgicas. "Lembramos a importância do setor automobilístico como demandante de aço no País, em especial, de produtos siderúrgicos planos", afirmam os especialistas.

Por conta disso, a Ágora recomenda a compra dos quatro ativos cobertos por ela, dando ênfase à Usiminas, já que a empresa é a "principal fornecedora de aço para o segmento automobilístico.

Empresa - Código - Preço-alvo (dez/2010) - Upside* - Recomendação
Gerdau / GGBR4 / R$ 43,22 / 64,2% / Compra
Gerdau Met / GOAU4 / R$ 55,71 / 69,9% / Compra
CSN CSNA3 R$ 59,59 27,8% Compra
Usiminas USIM5 R$ 66,98 35,9% Compra

Abr 14, 2010 5:59
Mister Madruga Forista VIP
Mensagens: 2288
Avatar do usuário
Registrado em:
Jun 05, 2009 10:52
 
 
(08/04) METALURGICA GERDAU S.A. 31/12/2009

Resumo dos Dados Consolidados Recebidos

R$ Mil IFRS



Descricao

Nome de Pregao GERDAU MET

Periodo ANL - 12M
Data Encerramento 31/12/2009

Patrimonio Liquido 8.394.039
Receita Liquida 26.540.050
Resultado Bruto 4.432.704
Receita (Despesa) Financeira Liquida (5.258)
Resultado da Equivalencia Patrimonial (108.957)
Resultado Operacional 798.398
Lucro (Prejuizo) Liquido 373.833
Numero de Acoes, Ex-Tesouraria ( Mil ) 406.423

Lucro (Prejuizo) por Acao - LPA 0,91981
Valor Patrimonial da Acao - VPA 20,65345

http://www.bmfbovespa.com.br/pt-br/merc ... encia=1526

Abr 14, 2010 16:28
Mister Madruga Forista VIP
Mensagens: 2288
Avatar do usuário
Registrado em:
Jun 05, 2009 10:52
 
 
Gradual lança 14 ações sugeridas para o intervalo de 14 a 21 de abril

Recomendar!Por: Equipe InfoMoney
14/04/10 - 14h25
InfoMoney

SÃO PAULO - A Gradual Corretora listou 14 ações em seu portfólio recomendado para os pregões de 14 a 21 de abril, com aumento na exposição aos setores de energia elétrica e educação e remoção do setor de comércio.

Preocupações quanto à situação externa - em especial Grécia e China - e interna - pressões inflacionárias e iminente aperto monetário - , simultaneamente a dados positivos nos EUA e na Europa, fizeram com que as bolsas andassem de lado na última semana, "com grande volatilidade".

Já para os próximos sete dias, a Gradual prevê "um mercado melhor, com dados econômicos positivos da Europa e EUA, bem como da China". Para o período, a corretora destaca os resultados corporativos das companhias norte-americanas e europeias - "o viés aí é positivo" - e, por aqui, os números do varejo e "possíveis declarações do presidente do Banco Central, Henrique Meirelles".

Quanto ao mercado acionário, os analistas destacam a contração exibida pelo setor de construção civil e os setores de siderurgia e de papel e celulose, que pararam de subir. Ademais, destacam que os dados operacionais do primeiro trimestre, a serem divulgados pelas incorporadoras e construtoras, "devem vir fortes".

Alterações na carteira
O novo portfólio da corretora sofreu apenas pequenas alterações frente ao anterior, "uma vez que nossa carteira já estava bem posicionada para o curto prazo", justifica a Gradual. Nela, houve a remoção do Pão de Açúcar "depois do anúncio da revisão dos termos da associação entre os controladores das Casas Bahia e Pão de Açúcar, entre eles o período de lock-up e o valor de avaliação de seus ativos", argumentam os analistas.

Com a remoção dos 10% anteriormente atribuídos à varejista, a corretora optou pela entrade de AES Tietê e da Kroton. A primeira foi escolhida "por ter um atraente potencial de retorno total (+33%) e oferecer um bom hedge contra inflação"; já a segunda, foi eleita "em função da ação ter caído excessivamente depois da aquisição de IUNI e assim ter ficado muito descontada em relação a Anhanguera e Estácio, duas empresas do setor educacional."

Desempenho da carteira
Nos sete dias anteriores, o portfólio de recomendações da Gradual teve um desempenho negativo de 2,10%, resultado 1,67 ponto percentual inferior ao Ibovespa durante o período, cuja performance ficou negativa em 0,43%. No ano, a carteira da corretora acumula uma alta de 2,53%, contra 3,21% do benchmark.

Empresa Código Preço-alvo* Upside** Peso ajustado
Vale VALE5 R$ 57,80 13% 10%
Suzano Papel SUZB5 Em revisão - 10%
BM&F Bovespa BVMF3 R$ 16,50 37% 10%
Gerdau Met GOAU4 R$ 44,80 18% 10% Brasil Telecom BRTO4 R$ 15,00 31% 10%
EzTec EZTC3 R$ 11,56 40% 5%
Iguatemi IGTA3 R$ 43,78 52% 5%
BR Malls BRML3 R$ 27,77 30% 5%
Cremer CREM3 R$ 19,00 4% 5%
Eucatex EUCA4 R$ 9,10 65% 5%
Magnesita MAGG3 R$ 16,80 20% 5%
Kroton KROT11 R$ 25,90 61% 5%
AET Tietê GETI4 R$ 24,20 23% 5%

http://web.infomoney.com.br//templates/ ... stimentos/

Abr 15, 2010 13:46
Mister Madruga Forista VIP
Mensagens: 2288
Avatar do usuário
Registrado em:
Jun 05, 2009 10:52
 
 
PREÇO MUNDIAL DO AÇO EM ALTA ... BOM PARA AS SIDERURGICAS NATURAIS.

Siderúrgicas chinesa vão elevar preços para repassar alta do minério de ferro

Recomendar!Por: Equipe InfoMoney
15/04/10 - 08h42
InfoMoney

SÃO PAULO - A siderúrgica chinesa Wuhan Iron and Steel Group, que recentemente assinou um novo acordo com o grupo EBX no Brasil, divulgou que vai aumentar os preços de seus principais produtos em 500 yuans (US$ 73) por tonelada, na esteira do aumento dos custos de matéria-prima.

Outras empresas do setor, como a Baosteel e a Anshan Iron and Steel Group, também devem elevar os preços para repassar a alta do minério de ferro. Em relação ao ano passado, o preço da commodity quase dobrou, segundo informações da agência China Daily.

A exemplo disso, a maior mineradora do mundo, BHP Billiton, acertou os preços do minério em cerca de US$ 130 por tonelada nos contratos entre abril e junho, mais que o dobro dos preços fixados no ano passado.

http://web.infomoney.com.br/templates/n ... /noticias/

Abr 15, 2010 13:48
Mister Madruga Forista VIP
Mensagens: 2288
Avatar do usuário
Registrado em:
Jun 05, 2009 10:52
 
 
CORRIGINDO O QUE DIGITEI ANTES: PREÇO MUNDIAL DO AÇO EM ALTA .. BOM TAMBEM PARA AS SIDERURGICAS NACIONAIS

Mister Madruga escreveu:PREÇO MUNDIAL DO AÇO EM ALTA ... BOM PARA AS SIDERURGICAS NATURAIS.

Siderúrgicas chinesa vão elevar preços para repassar alta do minério de ferro

Recomendar!Por: Equipe InfoMoney
15/04/10 - 08h42
InfoMoney

SÃO PAULO - A siderúrgica chinesa Wuhan Iron and Steel Group, que recentemente assinou um novo acordo com o grupo EBX no Brasil, divulgou que vai aumentar os preços de seus principais produtos em 500 yuans (US$ 73) por tonelada, na esteira do aumento dos custos de matéria-prima.

Outras empresas do setor, como a Baosteel e a Anshan Iron and Steel Group, também devem elevar os preços para repassar a alta do minério de ferro. Em relação ao ano passado, o preço da commodity quase dobrou, segundo informações da agência China Daily.

A exemplo disso, a maior mineradora do mundo, BHP Billiton, acertou os preços do minério em cerca de US$ 130 por tonelada nos contratos entre abril e junho, mais que o dobro dos preços fixados no ano passado.

http://web.infomoney.com.br/templates/n ... /noticias/

Abr 15, 2010 17:01
Mister Madruga Forista VIP
Mensagens: 2288
Avatar do usuário
Registrado em:
Jun 05, 2009 10:52
 
 
Para analistas, dados sobre produção de aço são positivos; Gerdau é Top Pick

Recomendar!Por: Equipe InfoMoney
15/04/10 - 12h10
InfoMoney

SÃO PAULO – Os dados sobre a produção de aço bruto do Brasil no primeiro trimestre, divulgados pelo IABr (Instituto Aço Brasil), foram recebidos de forma positiva pelas equipes de research das corretoras Ágora e Ativa, que consideram os números um sinal de “incremento consistente” da demanda.

De acordo com os dados da IABr, no três primeiros meses deste ano, a produção de aço cresceu 59,3% na base anual, atingindo a marca de 8 bilhões de toneladas. Cabe lembrar que esta elevação repercute a recuperação da demanda, como afirmado por analistas, no entanto, também reflete uma baixa base de comparação, visto que no primeiro trimestre do ano passado a economia mundial ainda sofria com os efeitos da crise.

Já quando comparada ao quarto trimestre de 2009, a produção aço bruto do país caiu 1,1 por cento, enquanto as vendas internas aumentaram 2,9%, também na base trimestral. No que diz respeito às exportações, o IABr afirmou que as vendas externas de produtos siderúrgicos cresceram 40,2%, somando 2 milhões de toneladas, ou o equivalente a US$ 1,2 bilhão.

Em seu relatório, o Instituto ressalta perspectiva positivas para o setor, principalmente em relação a programas como o Minha casa, minha vida, e a realização da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016, que devem colaborar para o aumento da produção de aço no país.

Avaliação

http://web.infomoney.com.br//templates/ ... stimentos/

Abr 22, 2010 10:10
Mister Madruga Forista VIP
Mensagens: 2288
Avatar do usuário
Registrado em:
Jun 05, 2009 10:52
 
 
SÓCIOS,

Estamos com o ativo com o maior upside.

Em frente GOAU4 !!!

Siderurgia: para Ágora, indústria segue cautelosa no controle da produção de aço

Recomendar!Por: Equipe InfoMoney
21/04/10 - 16h30
InfoMoney

SÃO PAULO - Após a World Steel Association divulgar, na úlitma terça-feira (20), o avanço de 30,6% na produção global de aço em março, na comparação anual, os analistas da Ágora destacaram que a indústria siderúrgica continua "cautelosa no controle da produção de aço".

A produção global chegou a 120 milhões de toneladas métricas, e a alta foi explica pelos analistas em função do baixo nível operacional no início do ano passado, período em que o mundo vivia o ápice da crise econômica.

A cautela com o controle da produção é explicada pela taxa de utilização da capacidade instalada de cerca de 80%, em linha com fevereiro mas ainda abaixo do período anterior à crise, quando chegou a quase 90%.

Mineração e Siderurgia
Para os analistas, o atual nível de produção garante "um consumo consistente de minério de ferro". A equipe recomenda compra para as ações da Vale (VALE3, VALE5).

Com relação à siderurgia, em termos acionários, os analistas possuem recomendação de compra para Gerdau, CSN e Usiminas, "nesta ordem de preferência".

Recomendações
Empresa Ticker Preço-Alvo Upside*
GGBR4 R$ 43,22 48,5%
GOAU4 R$ 55,71 56,0%
USIM5 R$ 66,98 14,8%
CSNA3 R$ 38,01 13,8%


*Com base nas cotações de fechamento de 20/04/2010


Abr 22, 2010 18:35
Mister Madruga Forista VIP
Mensagens: 2288
MAIS UMA INDICAÇAO !!!
Avatar do usuário
Registrado em:
Jun 05, 2009 10:52
 
 
Gradual lança 14 ações sugeridas para o intervalo de 22 a 27 de abril

Recomendar!Por: Equipe InfoMoney
22/04/10 - 16h26
InfoMoney

SÃO PAULO - A Gradual Corretora listou 14 ações em seu portfólio recomendado para os pregões de 22 a 27 de abril, com aumento da exposição aos shopping centers e ao setor imobiliário, além de retornar com exposição ao setor varejista, através da inclusão da Lojas Renner.

Para a corretora, os dados divulgados recentemente comprovam o aquecimento da economia doméstica, como a revisão pelo FMI (Fundo Monetário Internacional) de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) nacional para 5,5% em 2010.

Assim, com o bom desempenho do nível de atividade do Brasil frente à recuperação do econômica global, a Gradual constata que o Ibovespa está muito atrasado em relação aos principais índices acionários estrangeiros, como o Dow Jones, que acumula alta de 6,6% em 2010, enquanto o índice brasileiro subiu 1,1% no mesmo período.

Alterações na carteira
A carteira recomendada para essa semana traz um balanceamento entre os setores de commodities e outros bastante representativos da economia doméstica. Para a Gradual, o bom momento para siderurgia e celulose já está precificado nas ações, e por isso a redução de Gerdau e Suzano em 5 pontos percentuais cada uma.

Além disso, a percepção de que os resultados do primeiros trimestre de 2010 para as empresas do setor de construção civil devem sem "excelentes", a corretora elevou a exposição ao setor, que "deverá corrigir o desempenho pífio de vários destes papéis neste ano".

Por último, a Gradual elevou o peso da Petrobras de 10% para 15%, por acreditar que o atraso dos ativos deve ser corrigido após o período de incertezas sobre o processo de capitalização. O avanço do petróleo, ressalta a corretora, também colabora para uma visão mais positiva para a estatal.

Desempenho da carteira
Nos sete dias anteriores, o portfólio de recomendações da Gradual teve um desempenho negativo de 0,52%, resultado 0,52 ponto percentual superior ao Ibovespa durante o período, cuja performance ficou negativa em 2,08%. No ano, a carteira da corretora acumula uma alta de 2%, contra 1,06% do benchmark.

Código Preço-alvo* Upside** Peso ajustado
VALE5..R$ 57,80.....17%.........10%
SUZB5 Em revisão - ...............5%
BVMF3 R$ 16,50.......40%........10%
GOAU4 R$ 44,80.......25%.......5%
BRTO4 R$ 15,00........28%.......5%
EZTC3 R$ 11,56........36%.......5%
IGTA3 R$ 43,78.........47%......10%
BRML3 R$ 27,77........28%.......5%
RSID3 R$ 17,00........34%.......5%
EUCA4 R$ 9,10..........73%......5%
LREN3 R$ 52,00........26%.......10%
KROT11 R$ 25,90......58%.......5%
GETI4 R$ 24,20.........25%.......5%
PETR4 R$ 48,20........41%........15%

http://web.infomoney.com.br//templates/ ... stimentos/

Abr 23, 2010 10:19
Mister Madruga Forista VIP
Mensagens: 2288
Avatar do usuário
Registrado em:
Jun 05, 2009 10:52
 
 
JP Morgan vê forte crescimento do Brasil, mas corta País para underweight
22/04/10 - 19h10

Otimismo permanece
Entretanto, as recomendações underweight para Brasil e China não significam que os analistas tenham uma visão pessimista para os mercados de renda variável nos países emergentes. “Mesmo com o desempenho abaixo da média dos dois maiores países, o MSCI EM já avança 4%”, afirmam.

Segundo os analistas do banco, as condições das economias desenvolvidas apóiam um avanço da renda variável. Os países desenvolvidos devem inclusive surpreender os investidores, postando um crescimento sustentável, provocado por efeitos tardios dos estímulos monetários, o ciclo de estoques e uma recuperação das exportações. Esse avanço dos desenvolvidos deve impulsionar ainda mais o apetite por risco e o mercado acionário global.

Portfólio brasileiro
BM&F Bovespa (BVMF3), PDG (PDGR3), Petrobras (PETR3, PETR4) e Gerdau Metalúrgica (GOAU4) compõem o portfólio de recomendações do banco norte-americano para o Brasil. Considerando a possível redução da demanda chinesa, o JP Morgan optou por retirar a Vale (VALE3, VALE5) do portfólio.


Os analistas também apontam duas anti-recomendações – ou seja, duas ações que devem ser evitadas pelos investidores: Sabesp (SBSP3) e Usiminas (USIM5).

Além disso, o JP Morgan afirma que o setor imobiliário brasileiro está barato, citando como exemplos PDG Realty, Cyrela (CYRE3) e MRV (MRVE3). “Preferimos a Gafisa (GFSA3), que está bem capitalizada e oferece um portfólio mais diversificado do que a PDG”.

O banco ainda lista entre os setores que devem apresentar as melhores revisões de lucros no País o setor financeiro, consumo e varejo e petróleo e gás. O setor financeiro é o preferido dos analistas, em especial BM&F Bovespa e Santander.

Vale mencionar que a recomendação do banco para os emergentes é que os investidores se foquem em setores nos países, e não em recomendações de países. Entre os setores-chave no País, o JP Morgan cita materiais primários e financeiro (ambos underweight) e petróleo e gás (neutro).


SÃO PAULO – Apesar de prever que o Brasil crescerá 7% em 2010 – o maior avanço em 25 anos -, o JP Morgan optou por cortar a recomendação do País para “underweight” em seu mais recente relatório sobre os mercados emergentes. A China também recebe a mesma recomendação. “Com isso, prevemos que os dois maiores mercados entre os emergentes tenham desempenho abaixo do índice MSCI EM”, afirma o banco norte-americano.

Ambos os países estão crescendo rapidamente – crescimento esse que traz consigo o início do ciclo de alta das respectivas taxas de juros. O JP Morgan prevê uma elevação de 50 pontos-base da Selic na reunião do Copom da próxima semana, seguida por altas de 75 pontos-base em junho e julho. Para o banco, a Selic deve encerrar 2010 a 12,25% ao ano – o maior aperto monetário entre os emergentes. “O mercado está muito complacente com o ritmo da normalização e o eventual aperto monetário”, afirmam os analistas, justificando sua posição underweight nos países.

“Esses países têm bom histórico de gerenciamento da economia, e não precisam de taxas baixas de juro ou estímulos econômicos”, afirma o banco, lembrando que a China deve concentrar esforços para desacelerar o crescimento dos investimentos para rebalancear o avanço da economia, e que o consumo recorde de commodities do país provavelmente já atingiu seu pico.

“A demanda da China por aço e ferro é seis vezes sua demanda no PIB global, e esse ajuste chinês terá implicações para as exportações de commodities brasileiras”, afirmam os analistas. Essas implicações motivaram, em parte, o corte na recomendação para o Brasil.

Além da ligação do País com a China, a eleição presidencial de outubro é mais uma fonte de preocupação para os analistas, já que deve trazer volatilidade aos mercados. Por fim, a valorização do real também mantém os analistas atentos. “Continuamos preocupados com a relação risco/retorno do real. Uma intervenção agressiva no câmbio, déficit em conta corrente se deteriorando e supervalorização da divisa devem estabelecer um teto para a alta do real. Mas, por outro lado, equilibrando esses fatores, os fluxos de capital seguem resilientes e uma alta dos juros estabelece um piso para desvalorização”.

Otimismo permanece
Entretanto, as recomendações underweight para Brasil e China não significam que os analistas tenham uma visão pessimista para os mercados de renda variável nos países emergentes. “Mesmo com o desempenho abaixo da média dos dois maiores países, o MSCI EM já avança 4%”, afirmam.

Segundo os analistas do banco, as condições das economias desenvolvidas apóiam um avanço da renda variável. Os países desenvolvidos devem inclusive surpreender os investidores, postando um crescimento sustentável, provocado por efeitos tardios dos estímulos monetários, o ciclo de estoques e uma recuperação das exportações. Esse avanço dos desenvolvidos deve impulsionar ainda mais o apetite por risco e o mercado acionário global.

Portfólio brasileiro
BM&F Bovespa (BVMF3), PDG (PDGR3), Petrobras (PETR3, PETR4) e Gerdau Metalúrgica (GOAU4) compõem o portfólio de recomendações do banco norte-americano para o Brasil. Considerando a possível redução da demanda chinesa, o JP Morgan optou por retirar a Vale (VALE3, VALE5) do portfólio.


Os analistas também apontam duas anti-recomendações – ou seja, duas ações que devem ser evitadas pelos investidores: Sabesp (SBSP3) e Usiminas (USIM5).

Além disso, o JP Morgan afirma que o setor imobiliário brasileiro está barato, citando como exemplos PDG Realty, Cyrela (CYRE3) e MRV (MRVE3). “Preferimos a Gafisa (GFSA3), que está bem capitalizada e oferece um portfólio mais diversificado do que a PDG”.

O banco ainda lista entre os setores que devem apresentar as melhores revisões de lucros no País o setor financeiro, consumo e varejo e petróleo e gás. O setor financeiro é o preferido dos analistas, em especial BM&F Bovespa e Santander.

Vale mencionar que a recomendação do banco para os emergentes é que os investidores se foquem em setores nos países, e não em recomendações de países. Entre os setores-chave no País, o JP Morgan cita materiais primários e financeiro (ambos underweight) e petróleo e gás (neutro).

Riscos
A estratégia traçada pelo banco norte-americano tem, claro, seus riscos. O principal deles é a inflação nos países emergentes – que, caso continue a avançar, pode trazer um cenário pessimista para as ações. A inflação também tem implicações sobre a política monetária. “Em março, a Índia surpreendeu o mercado ao elevar a taxa de juros, enquanto o Brasil surpreendeu por não fazê-lo. A volatilidade deve continuar”, afirmam os analistas.

Considerando ainda as políticas de estímulo, o JP Morgan lembra que, com as taxas de juro em suas mínimas históricas, há menos espaço para flexibilização no caso de uma recaída no crescimento. “Não é o nosso caso-base, mas caso acontecer, seria um sério risco para os ativos”, aponta o banco.

Um dos fatores que poderia levar a um “double dip” seria a consolidação fiscal rápida demais das economias desenvolvidas. “Esse risco é maior na Zona do Euro, mas os grandes déficits de Japão, EUA e Reino Unido não podem ser ignorados”, afirmam os analistas.

A volatilidade e as incertezas que rondam os mercados de commodities e de títulos de renda fixa também são apontadas pelo banco como um potencial risco aos emergentes. “As ações dos emergentes cairão com as commodities, na nossa visão. Retiradas de fundos dos BRICs poderiam resultar em uma pressão negativa sobre China e Índia”, explica o JP Morgan. No mercado de bonds, a volatilidade tipicamente significa uma correção nas ações dos emergentes. “Aconselhamos os investidores a monitorarem as mudanças nos yields dos Treasuries de 10 anos dos EUA”, apontam os analistas Adrian Mowat, Ben Laidler, Deanne Gordon, Rohan Ghalla, Rajiv Batra, Sanaya Tavaria e Ankita Kochar.

A intervenção dos bancos centrais nos mercados também merece atenção – um exemplo é a taxação de IOF sobre investimentos estrangeiros no Brasil. “Essa taxa é politicamente interessante, já que é direcionada a ‘especuladores’ estrangeiros que são vistos como fonte da contração de crédito”, afirma o JP Morgan. Além do Brasil, China e Índia têm controles de capital, e a temporada está aberta para que os BCs gerenciem metas políticas conflitantes.

Por fim, assim como no Brasil, as eleições de 2010 podem trazer volatilidade a diversos mercados emergentes, incluindo Coreia, Filipinas e Colômbia. Ainda no front político, o JP Morgan afirma que os países terão que implementar políticas desconfortáveis para conter a inflação e o déficit fiscal, que podem culminar em sanções contra a China, por exemplo, dando início a uma “guerra” no comércio internacional.
http://web.infomoney.com.br//templates/ ... stimentos/

Abr 23, 2010 21:28
Mister Madruga Forista VIP
Mensagens: 2288
MAIORES ALTAS BOVESPA NA SEMANA
Avatar do usuário
Registrado em:
Jun 05, 2009 10:52
 
 
Após oscilar durante a sessão, Ibovespa segue Wall Street e avança 0,18%

Recomendar!Por: Equipe InfoMoney
23/04/10 - 18h12
InfoMoney

SÃO PAULO - Depois de uma abertura negativa e oscilações durante a tarde, o Ibovespa acompanhou Wall Street - impulsionado pelos bons resultados divulgados nos EUA - e encerrou esta sexta-feira (23) em alta de 0,18%, a 69.509 pontos. O volume financeiro totalizou R$ 5,25 bilhões. Na semana, o índice registrou alta de 0,13%.

A Petrobras comunicou em nota na noite passada a eleição de Guido Mantega como presidente de seu Conselho de Administração. A empresa também é notícia por novidades no que tange ao seu projeto de capitalização, que deve ser aprovado em Brasília até junho, segundo José Sérgio Gabrielli, presidente da Petrobras. Os papéis da petrolífera fecharam em alta no pregão, registrando ganhos na semana.

As maiores altas, dentre as ações que compõem o Índice Bovespa, foram:

Cód. ......Cot R$ % Dia % Ano Vol1
GGBR4...30,46 +2,59 +4,53 209,58M
CMIG4....31,09 +2,34 -1,61 61,50M
GOAU4....36,88 +2,16 +5,61 39,16M
NATU3....37,13 +2,15 +4,79 30,84M
JBSS3......8,50 +2,04 -8,80 67,55M

http://web.infomoney.com.br//templates/ ... stimentos/

Abr 23, 2010 22:27
Mister Madruga Forista VIP
Mensagens: 2288
Avatar do usuário
Registrado em:
Jun 05, 2009 10:52
 
 
Boa noite sócios,

Copiei e colei abaixo parte da analise publicada pelo CADU_28 no topico ANALISE FUNDAMENTALISTA, sub-item CAFI.

""Cadu_28 escreveu:
Seguem abaixo diversos rankings classificatorios em AF setoriais, com base nos indicadores mostrados na tabela de cada setor.

As empresas com liquidez das ações muito baixa (volume médio abaixo de 150K diario) foram excluidas.

Cadu_28 escreveu:
Setor Siderurgia e Metalurgia
http://img694.imageshack.us/img694/3731 ... metalg.png ""

Abr 28, 2010 9:58
Mister Madruga Forista VIP
Mensagens: 2288
Avatar do usuário
Registrado em:
Jun 05, 2009 10:52
 
 
Sócios,

Fui "estopado" ontem.

Aos que ficam ... BOA SORTE !!!

Não pretendo recomprar por enquanto.

Ago 06, 2010 0:36
TOBADINHA Forista Assíduo
Mensagens: 447
proventos GOAU ainda dá tempo de pegar...
Avatar do usuário
Registrado em:
Dez 15, 2009 21:51
 
 
(05/08 ) GERDAU (GGBR - N1) / GERDAU MET (GOAU - N1) - Pagamentos de dividendos DRI: Osvaldo Burgos Schirmer Enviaram o seguinte Aviso aos Acionistas: "COMUNICADO AOS ACIONISTAS DISTRIBUICAO DE DIVIDENDOS Comunicamos aos Senhores Acionistas das empresas abaixo que, em 5 de agosto de 2010, os Conselhos de Administracao deliberaram sobre as propostas das Diretorias, de 2 de agosto de 2010, referentes aos pagamentos de dividendos, relativos ao segundo trimestre do exercicio social em curso. Os valores serao pagos em 26 de agosto de 2010 e serao calculados e creditados com base nas posicoes dos acionistas em 16 de agosto de 2010 e constituem-se em antecipacao do dividendo minimo estatutario, como segue: Empresa Valor por acao Ordinaria e Preferencial METALURGICA GERDAU S.A. R$ 0,22 GERDAU S.A. R$ 0,14 Os pagamentos serao feitos pela instituicao depositaria das acoes, Itau Corretora de Valores S.A., mediante credito automatico para aqueles acionistas que tenham informado o numero da sua inscricao no CPF/CNPJ e a respectiva conta bancaria. Os acionistas que nao tenham adotado tal procedimento receberao da Itau Corretora de Valores S.A. um aviso que devera ser apresentado em uma das agencias do Itau Unibanco S.A., com as informacoes supracitadas, para processamento do respectivo credito a partir do 3 dia util apos a atualizacao dos dados cadastrais. Os acionistas usuarios das custodias fiduciarias terao sua remuneracao creditada conforme procedimentos definidos pelas bolsas de valores. Chamamos a atencao para o fato de que, a partir de 17 de agosto de 2010, inclusive, as negociacoes dessas acoes em Bolsa serao realizadas EX-DIVIDENDOS Informacoes adicionais poderao ser obtidas no Setor de Relacoes com Investidores: Av. Farrapos, 1811 - CEP 90220-005 - Porto Alegre / RS Telefone: 0 xx (51) 3323.2211 ou 0800.702.2001 Fax: 0 xx (51) 3323.2281 - E-mail: acionistas@gerdau.com.br Porto Alegre, 5 de agosto de 2010." Norma: a partir de 17/08/2010 acoes escriturais ex-dividendos.


Dividendos GOAU3/4 = R$ 0,22/ação.

Jan 28, 2011 22:04
RDFF Forista Assíduo
Mensagens: 953
RDFF
Registrado em:
Abr 02, 2010 12:57
 
 
Mister Madruga escreveu:Sócios,

Fui "estopado" ontem.

Aos que ficam ... BOA SORTE !!!

Não pretendo recomprar por enquanto.


Quão importante não é um stop.

Mas agora abaixo desses 25 acho bem interessante para carregar.

Já bateu na Fibo 61,8% quando fez fundo em 29/11/2010.

Pros fundamentalistas, segue uma análise abaixo:
http://www.acaoereacao.net/

Fev 24, 2011 13:28
RDFF Forista Assíduo
Mensagens: 953
RDFF
Registrado em:
Abr 02, 2010 12:57
 
 
Se voltar pros 25 começa a ficar interessante novamente.

Mar 01, 2011 14:43
RDFF Forista Assíduo
Mensagens: 953
RDFF
Registrado em:
Abr 02, 2010 12:57
 
 
Por enquanto vai respeitando uma LTA desde o fundo em 29/11/2010.

No semanal vai trabalhando ainda abaixo da MME21 e um pouco abaixo da MME200.

MME300 foi testada nesse último fundo nos 23.

Me parece um momento propício pra se posicionar no papel.

Meu objetivo era compra dos 25 pra baixo, mas acabei apostando nessa LTA.

Mar 03, 2011 11:10
RDFF Forista Assíduo
Mensagens: 953
RDFF
Registrado em:
Abr 02, 2010 12:57
 
 

Próximo

Voltar para Ações Ibovespa

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Google [Bot] e 1 visitante