Bem-vindo: Dez 15, 2017 23:35

Mar 10, 2010 11:47
oazaves Estreante
Mensagens: 84
Renova Energia S.A - RNEW11
oazaves
Registrado em:
Out 27, 2009 18:10
 
 
E aí? Será que é boa essa oferta de 22 reais?

No LP parece ser um boa opção tendo em vista o potencial de crescimento apresentado e o cenário de investimentos em energias renováveis... o que acham?

Mar 10, 2010 20:33
oazaves Estreante
Mensagens: 84
oazaves
Registrado em:
Out 27, 2009 18:10
 
 
Eu também não estou confortável pra esse IPO nao... vou esperar pra ver no que dá...

Mar 11, 2010 0:15
SOPUBLICIDADE Estreante
Mensagens: 1
Toda Enegia produzida ja está vendida para elétrobrás 2028
SOPUBLICIDADE
Registrado em:
Jan 13, 2009 14:05
 
 
Boa noite amigos tanto estou pesantivo sobre essa ipo mais ela tem um programa de expansão arrojado o futuro irá buscar os tipos de energia que eles irão fornecer e tendo um contrato desse porte com a eletrobrás realmente é algo que passa segurança e credibilidade se for possivel analisarem e trouxerem mais informações será interessante segue o site da empresa:

http://www.renovaenergia.com.br/

para verificar as informações é só acessar <empresa> <parque gerador>

Abraços e sucesso a todos

frajolla escreveu:
oazaves escreveu:E aí? Será que é boa essa oferta de 22 reais?

No LP parece ser um boa opção tendo em vista o potencial de crescimento apresentado e o cenário de investimentos em energias renováveis... o que acham?


Eu num conheço a empresa, mas se ela tiver bons fundamentos, pode ser sim uma boa no LP.
Pro IPO eu tô fora.
Boa sorte :idea:

Mar 18, 2010 10:57
Felipe.sh Forista Assíduo
Mensagens: 437
Avatar do usuário
Registrado em:
Jul 19, 2007 10:31
 
 
Imagem
O que tá acontecendo... ? Logo agora na precificação?

Mar 18, 2010 17:24
Felipe.sh Forista Assíduo
Mensagens: 437
Avatar do usuário
Registrado em:
Jul 19, 2007 10:31
 
 
Tão querendo dar um passo maior que a perna...

Imagem

Jan 04, 2011 11:16
Eterno Forista VIP
Mensagens: 9517
Pesquisando
Eterno
Registrado em:
Out 22, 2010 16:02
 
 
BNDES aprova R$ 588,9 mi para parques eólicos na Bahia
O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 588,9 milhões para a construção de nove parques eólicos no interior da Bahia.

A instituição participará com 74,35% do investimento total, de R$ 792,2 milhões.

As usinas da Sociedades de Propósito Específico controladas pela Renova Energia, localizadas nos municípios de Igaporã, Guanambi e Caetité, terão potência instalada total de até 195,2 MW.

Os projetos foram vencedores do Leilão de Energia de Reserva de 2009, o que permitiu a formalização de contratos de compra e venda de energia entre cada usina de energia eólica e a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), garantindo a compra de energia elétrica por um prazo de 20 anos.

Fonte: Brasil Econômico

Jan 10, 2011 17:48
magrao Forista Assíduo
Mensagens: 296
magrao
Registrado em:
Nov 26, 2010 14:31
 
 
papel interessante, valorização de exatamente 50% desde o IPO em julho, ainda com muito potencial, ja que a empresa ainda nem começou a de fato produzir energia..

linkando aí noticia de recomendação da açao


Com base na liderança do setor, Santander recomenda compra para Renova Energia

Por: Equipe InfoMoney
10/01/11 - 07h57
InfoMoney

SÃO PAULO - Apostando no crescimento da energia eólica no Brasil, no sucesso das parcerias e dos projetos futuros da empresa e estimando que tal expansão poderá impulsionar uma valorização de até 35% dos ativos no ano, o Santander iniciou a cobertura de Renova Energia (RNEW11) recomendando compra dos units.

Márcio Prado, André Rezende e Maria Carolina Carneiro, responsáveis pelo relatório do banco, estimaram um preço-alvo de R$ 30,45 para RNEW11 ao final de 2011, o que representa upside de 35,3% frente ao fechamento da última quinta-feira (6).

Energia eólica no Brasil
O Santander explica que a procura por fontes de energia renovável se transformou em uma tendência no mundo. De fato, a energia eólica tem sido a fonte de energia com crescimento mais rápido na última década, mas não para o Brasil.

O País enfrenta certa defasagem nessa expansão e a ascensão dessa fonte de energia só ganhou destaque em um universo muito recente, por isso os analistas acreditam que ainda há muito para se fazer nesse segmento por aqui. Como a Renova possui uma posição de liderança no setor, a companhia deve ser beneficiada.

Os analistas levam em conta na avaliação a estimativa do Governo, que aponta que a capacidade de energia eólica deve aumentar quatro vezes nos próximos 10 anos - projeção essa considerada conservadora pelo Santander.

O banco ainda destaca que, no País, a Renova é a empresa pioneira no campo da energias renováveis. Segundo os analistas, a empresa não só tem se mostrado capaz de consolidar sua base acionária - através de seu IPO (Initial Public Offering) recente - mas também tem conseguido assegurar a capitalização necessária para desenvolver seus projetos de energia eólica.

Parcerias podem ser ponto forte
Beneficiada por sua posição de liderança no setor, a companhia conseguiu criar um núcleo de parcerias com fornecedores, como foi o caso da GE, com certificadoras, como a GL Garrad Hassan, e com bancos de financiamento, como o BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social) . Diante de um ambiente competitivo, essas parcerias devem atuar como um importante diferencial, inclusive em futuros leilões, acreditam os analistas do Santander.

A companhia também é bem avaliada pelo sucesso de seus projetos nos leilões de energia eólica no Brasil, garantindo localizações atrativas para a construção de seus parques eólicos no estado da Bahia. Para o banco, mesmo com o aumento da concorrência, a empresa conseguirá manter bons níveis de retorno para seus novos projetos.

"Com uma base de acionistas forte e acesso ao capital, acreditamos que a Renova vai desenvolver uma parte substancial da carteira de seus projetos de energia eólica - cerca de 2.510 MW " , concluíram os analistas.

Jan 24, 2011 9:54
magrao Forista Assíduo
Mensagens: 296
magrao
Registrado em:
Nov 26, 2010 14:31
 
 
http://www.valoronline.com.br/online/ca ... 31-milhoes

FIP Santa Barbara compra 3% do capital da Renova por R$ 31 milhões

Téo Takar | Valor
21/01/2011 20:40

SÃO PAULO – A RR Participações, controlador da Renova Energia, vendeu 1,350 milhão de units da companhia, equivalente a 3,031% do capital da companhia, para o Fundo de Investimento em Participações (FIP) Santa Barbra por R$ 23,00 por unit. Cada unit é composta por 1 ação ordinária e 2 ações preferenciais.

Os recursos da venda, no montante de R$ 31 milhões, serão usados para quitar um financiamento com o Credit Suisse.

A RR Participações também firmou um acordo de acionistas, no qual se comprometeu a, enquanto a participação do FIP for inferior a 5% do capital da Renova, exercer seu direito de voto para assegurar a manutenção de Eduardo Munemori como membro do Conselho de Administração.

Quando a participação do FIP for igual ou superior a 5%, a RR apoiará a eleição de um conselheiro indicado pelo FIP.

Jun 07, 2011 14:23
frenzalrhomb Forista Assíduo
Mensagens: 276
Avatar do usuário
Registrado em:
Mai 25, 2011 19:26
 
 
Acho estranho esta ação não ser muito comentada aqui!
Desde meados de Dezembro ela saltou de uns 18-20 reais para 38!! Agora se encontra no patamar de 30 a 31 reais. Aparentemente em Julho haverá leilão para fazendas eólicas e a Renova tem entrado bem agressiva nestes. A ultima vez que ela venceu os leilões a ação deu uma boa disparada.
(Quando me deparar com a notícia, volto a postar aqui)

Fora isso, para alguém que entende de políticas energéticas, devo dizer que é uma empresa atraente. O setor eólico no Brasil é praticamente inexistente, e ele simplesmente TEM que se desenvolver. O petróleo está em decadencia, portanto considero uma inconsequencia entrar em ações relacionadas a ele. A energia hidrelétrica tem enfrentado bastante obstaculos, e não há mais tanta oferta na parte sul do Brasil para ela. O setor de hidroeletricidade parou de expandir na Europa e EUA por não haver mais disponibilidade.

Já ouvi pessoas compararem a Renova com a Ecodiesel. Mas sinceramente, são casos extremamente distintos. O biodisel não tem disponibilidade para sustentar a demanda energética mundial, e necessita competir com os alimentos, seja ao utilizar o espaço para eles destinados ou utilizando a cana (e milho nos EUA) para o fim. Biodisel é excelente para o curto prazo, mas não terá muito futuro em um mundo globalizado.

É por essas e outras que a Renova me parece inovadora e promissora dentro de um mercado inexistente no Brasil.

Jun 07, 2011 14:30
Dick Trade Forista VIP
Mensagens: 16202
Avatar do usuário
Registrado em:
Dez 17, 2007 14:21
 
 
frenzalrhomb escreveu:Acho estranho esta ação não ser muito comentada aqui!
Desde meados de Dezembro ela saltou de uns 18-20 reais para 38!! Agora se encontra no patamar de 30 a 31 reais. Aparentemente em Julho haverá leilão para fazendas eólicas e a Renova tem entrado bem agressiva nestes. A ultima vez que ela venceu os leilões a ação deu uma boa disparada.
(Quando me deparar com a notícia, volto a postar aqui)

Fora isso, para alguém que entende de políticas energéticas, devo dizer que é uma empresa atraente. O setor eólico no Brasil é praticamente inexistente, e ele simplesmente TEM que se desenvolver. O petróleo está em decadencia, portanto considero uma inconsequencia entrar em ações relacionadas a ele. A energia hidrelétrica tem enfrentado bastante obstaculos, e não há mais tanta oferta na parte sul do Brasil para ela. O setor de hidroeletricidade parou de expandir na Europa e EUA por não haver mais disponibilidade.

Já ouvi pessoas compararem a Renova com a Ecodiesel. Mas sinceramente, são casos extremamente distintos. O biodisel não tem disponibilidade para sustentar a demanda energética mundial, e necessita competir com os alimentos, seja ao utilizar o espaço para eles destinados ou utilizando a cana (e milho nos EUA) para o fim. Biodisel é excelente para o curto prazo, mas não terá muito futuro em um mundo globalizado.

É por essas e outras que a Renova me parece inovadora e promissora dentro de um mercado inexistente no Brasil.


Olá, frenzalrhomb!

Seja bem-vindo ao Fórum InfoMoney!

É recomendada a leitura dos tópicos e/ou seções abaixo:

Como Postar e Responder Tópicos e Mensagens
http://forum.infomoney.com.br/viewtopic.php?t=10441

Regras do Fórum
http://forum.infomoney.com.br/viewtopic.php?t=10421

Educacional & Iniciantes
http://forum.infomoney.com.br/viewforum.php?f=7

Corretoras & HBs
http://forum.infomoney.com.br/viewforum.php?f=8

Apresentação / Localidade dos Usuários
http://forum.infomoney.com.br/viewtopic.php?t=10592

Sucesso nos trades.

Sds,

Jun 12, 2011 20:38
Strogomofolio Estreante
Mensagens: 57
Avatar do usuário
Registrado em:
Mai 11, 2011 0:13
 
 
frenzalrhomb escreveu:Acho estranho esta ação não ser muito comentada aqui!
Desde meados de Dezembro ela saltou de uns 18-20 reais para 38!! Agora se encontra no patamar de 30 a 31 reais. Aparentemente em Julho haverá leilão para fazendas eólicas e a Renova tem entrado bem agressiva nestes. A ultima vez que ela venceu os leilões a ação deu uma boa disparada.
(Quando me deparar com a notícia, volto a postar aqui)

Fora isso, para alguém que entende de políticas energéticas, devo dizer que é uma empresa atraente. O setor eólico no Brasil é praticamente inexistente, e ele simplesmente TEM que se desenvolver. O petróleo está em decadencia, portanto considero uma inconsequencia entrar em ações relacionadas a ele. A energia hidrelétrica tem enfrentado bastante obstaculos, e não há mais tanta oferta na parte sul do Brasil para ela. O setor de hidroeletricidade parou de expandir na Europa e EUA por não haver mais disponibilidade.

Já ouvi pessoas compararem a Renova com a Ecodiesel. Mas sinceramente, são casos extremamente distintos. O biodisel não tem disponibilidade para sustentar a demanda energética mundial, e necessita competir com os alimentos, seja ao utilizar o espaço para eles destinados ou utilizando a cana (e milho nos EUA) para o fim. Biodisel é excelente para o curto prazo, mas não terá muito futuro em um mundo globalizado.

É por essas e outras que a Renova me parece inovadora e promissora dentro de um mercado inexistente no Brasil.


Concordo, estou com você! Essa é uma que estou comprado p/ longuíssimo prazo. Ainda temos o "risco"/chance de obter benefícios fiscais com a producão de energia "verde" num cenário futuro bastante caótico em termos ambientias.

Jun 13, 2011 5:55
frenzalrhomb Forista Assíduo
Mensagens: 276
Avatar do usuário
Registrado em:
Mai 25, 2011 19:26
 
 
http://not.economia.terra.com.br/notici ... R_79756509

"Na avaliação do presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tolmasquim, as usinas termelétricas movida a gás natural e as eólicas (movidas pelos ventos) entrarão em ótimas condições de competitividade nos próximos leilões de energia A-3 e de reserva, que serão realizados pelo governo em julho - o dia ainda não está definido.

No leilão A-3, os empreendedores terão que fornecer o suprimento da energia a ser contratado a partir de 1º de janeiro de 2014, enquanto o leilão de reserva deverá ter a energia disponibilizada a partir de 1º de julho do mesmo ano.

Em entrevista à Agência Brasil, Tolmasquim disse acreditar na competitividade das duas fontes, uma vez que o aumento da oferta de gás natural e a queda nos preços devem atrair os investidores para este tipo de empreendimento, enquanto a maior oferta de equipamentos a preços mais competitivos deve favorecer os empreendimentos que usam a energia eólica.

"Com a contribuição desses fatores, certamente as fontes com o maior peso são as eólicas e as térmicas a gás, praticamente empatadas. Acho que essa será a grande disputa do leilão, embora haja espaço também para outras fontes".

Para o leilão a ser realizado no próximo mês, o presidente da EPE lembra que a empresa contabilizou 30 projetos de geração a gás natural, totalizando 10.871 megawatts (MW) de capacidade instalada.

O volume de empreendimentos com geração a partir do gás natural empata com a capacidade de energia eólica, que, embora tenha levado ao cadastramento de 429 projetos, viabilizará uma capacidade instalada semelhante a das térmicas a gás: 10.935 MW.

Para os dois leilões foram contabilizados 582 empreendimentos cadastrados, entre usinas hidrelétricas, inclusive as pequenas centrais hidrelétricas (PCHs), centrais eólicas e térmicas movidas a gás natural e a biomassa - principalmente bagaço da cana-de-açúcar.

A oferta total dos projetos habilitados será de 27.561 MW de potência instalada, volume que, segundo a EPE, "extrapolou todas as expectativas anteriores ao início do prazo de cadastramento"."

Jun 13, 2011 5:57
frenzalrhomb Forista Assíduo
Mensagens: 276
Avatar do usuário
Registrado em:
Mai 25, 2011 19:26
 
 
http://not.economia.terra.com.br/notici ... R_79756509

"Na avaliação do presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tolmasquim, as usinas termelétricas movida a gás natural e as eólicas (movidas pelos ventos) entrarão em ótimas condições de competitividade nos próximos leilões de energia A-3 e de reserva, que serão realizados pelo governo em julho - o dia ainda não está definido.

No leilão A-3, os empreendedores terão que fornecer o suprimento da energia a ser contratado a partir de 1º de janeiro de 2014, enquanto o leilão de reserva deverá ter a energia disponibilizada a partir de 1º de julho do mesmo ano.

Em entrevista à Agência Brasil, Tolmasquim disse acreditar na competitividade das duas fontes, uma vez que o aumento da oferta de gás natural e a queda nos preços devem atrair os investidores para este tipo de empreendimento, enquanto a maior oferta de equipamentos a preços mais competitivos deve favorecer os empreendimentos que usam a energia eólica.

"Com a contribuição desses fatores, certamente as fontes com o maior peso são as eólicas e as térmicas a gás, praticamente empatadas. Acho que essa será a grande disputa do leilão, embora haja espaço também para outras fontes".

Para o leilão a ser realizado no próximo mês, o presidente da EPE lembra que a empresa contabilizou 30 projetos de geração a gás natural, totalizando 10.871 megawatts (MW) de capacidade instalada.

O volume de empreendimentos com geração a partir do gás natural empata com a capacidade de energia eólica, que, embora tenha levado ao cadastramento de 429 projetos, viabilizará uma capacidade instalada semelhante a das térmicas a gás: 10.935 MW.

Para os dois leilões foram contabilizados 582 empreendimentos cadastrados, entre usinas hidrelétricas, inclusive as pequenas centrais hidrelétricas (PCHs), centrais eólicas e térmicas movidas a gás natural e a biomassa - principalmente bagaço da cana-de-açúcar.

A oferta total dos projetos habilitados será de 27.561 MW de potência instalada, volume que, segundo a EPE, "extrapolou todas as expectativas anteriores ao início do prazo de cadastramento"."

Jun 13, 2011 6:00
frenzalrhomb Forista Assíduo
Mensagens: 276
Avatar do usuário
Registrado em:
Mai 25, 2011 19:26
 
 
Strogomofolio,

vc por acaso acompanha o book dela?
Todo dia tem alguém da corretora CS que coloca uma OC de 2K e uma OV de 2K, com uma diferença de 1,50 +-. Raramente vejo as ordens dele serem acionadas. Queria compreender o motivo dessa tatica.

Jun 13, 2011 6:18
frenzalrhomb Forista Assíduo
Mensagens: 276
Avatar do usuário
Registrado em:
Mai 25, 2011 19:26
 
 
Imagem

Outra coisa que acho positivo é a quantidade de projetos a espera de autorização....

Jun 13, 2011 20:39
frenzalrhomb Forista Assíduo
Mensagens: 276
Avatar do usuário
Registrado em:
Mai 25, 2011 19:26
 
 
Belíssimo dia... 6% de alta e bom volume!

Jun 15, 2011 15:17
Strogomofolio Estreante
Mensagens: 57
Avatar do usuário
Registrado em:
Mai 11, 2011 0:13
 
 
frenzalrhomb escreveu:Strogomofolio,

vc por acaso acompanha o book dela?
Todo dia tem alguém da corretora CS que coloca uma OC de 2K e uma OV de 2K, com uma diferença de 1,50 +-. Raramente vejo as ordens dele serem acionadas. Queria compreender o motivo dessa tatica.


Frenzalrhomb,

Não tenho acompanhado o book nas últimas semanas, pois penso em ficar no papel por no mínimo uns 5 anos. Mas você tem razão. O que acontece é sempre há uma disparidade muito grande entre os valores de compra e venda no papel, portanto (baixa liquidez) sempre que sai negócio a variação é razoavelmente grande. Então alguém do CS deve estar tentando captar essas variações malucas do papel. Já vi várias vezes variar mais de 5% no intraday e fechar razoavelmente estável.

Gosto muito dos planos da empresa, como voce destacou. E mais ainda a estratégia de ser verdadeira líder no nicho de atuação, com várias parcerias formadas com fornecedores e fianciadores chave. Isso permite que ela tenha um diferencial forte na hora dos leilões e sempre arrebenta. Vou postar aqui um email que mandei pro pessoal da Empiricus Research (infelizmente não respondido)....

Jun 15, 2011 15:20
Strogomofolio Estreante
Mensagens: 57
Segue email que mandei p/ Empiricus Research
Avatar do usuário
Registrado em:
Mai 11, 2011 0:13
 
 
dinheiro@empiricus.com.br

Renova Energia

A os papeis da Renova Energia tem performado bastante bem nas últimas semanas. A ação já está cara?

Quatro pontos:

A procura por fontes de energia renovável se transformou em uma tendência no mundo. A ação está valorizando por "hype" ou este crescimento também pode ser esperado no Brasil?

Segundo o Santander, o governo estima que a capacidade de energia eólica deve aumentar quatro vezes nos próximos 10 anos.

A empresa tem se destacado nos leilões de reserva promovidos pelo Ministério de Minas e Energia, que agora incluem a energia eólica nos leilões anuais.

A empresa tem importantes vantagens competitivas com importantes parcerias firmadas com fornecedores (GE), certificadores (GL Garrad Hassan) e com bancos de financiamento (BNDES)

Jun 17, 2011 0:31
frenzalrhomb Forista Assíduo
Mensagens: 276
Re: Segue email que mandei p/ Empiricus Research
Avatar do usuário
Registrado em:
Mai 25, 2011 19:26
 
 
Strogomofolio escreveu:dinheiro@empiricus.com.br

Renova Energia

A os papeis da Renova Energia tem performado bastante bem nas últimas semanas. A ação já está cara?

Quatro pontos:

A procura por fontes de energia renovável se transformou em uma tendência no mundo. A ação está valorizando por "hype" ou este crescimento também pode ser esperado no Brasil?

Segundo o Santander, o governo estima que a capacidade de energia eólica deve aumentar quatro vezes nos próximos 10 anos.

A empresa tem se destacado nos leilões de reserva promovidos pelo Ministério de Minas e Energia, que agora incluem a energia eólica nos leilões anuais.

A empresa tem importantes vantagens competitivas com importantes parcerias firmadas com fornecedores (GE), certificadores (GL Garrad Hassan) e com bancos de financiamento (BNDES)
Eles te responderam? Se pa vou tentar mandar um email também... quem sabe não ajuda

Jun 18, 2011 21:01
Strogomofolio Estreante
Mensagens: 57
Re: Segue email que mandei p/ Empiricus Research
Avatar do usuário
Registrado em:
Mai 11, 2011 0:13
 
 
frenzalrhomb escreveu:
Strogomofolio escreveu:dinheiro@empiricus.com.br

Renova Energia

A os papeis da Renova Energia tem performado bastante bem nas últimas semanas. A ação já está cara?

Quatro pontos:

A procura por fontes de energia renovável se transformou em uma tendência no mundo. A ação está valorizando por "hype" ou este crescimento também pode ser esperado no Brasil?

Segundo o Santander, o governo estima que a capacidade de energia eólica deve aumentar quatro vezes nos próximos 10 anos.

A empresa tem se destacado nos leilões de reserva promovidos pelo Ministério de Minas e Energia, que agora incluem a energia eólica nos leilões anuais.

A empresa tem importantes vantagens competitivas com importantes parcerias firmadas com fornecedores (GE), certificadores (GL Garrad Hassan) e com bancos de financiamento (BNDES)
Eles te responderam? Se pa vou tentar mandar um email também... quem sabe não ajuda


Infelizmente não. Acho que eles não gostam muito de renováveis. Respeito a opinião, mas não concordo. Pode ser bem lucrativo com essas vantagens que descrevi (alinhamento com fornecedores e financiadores + possíveis maiores incentivos fiscais por ser fonte limpa). Vamos que vamos. Na sexta a light anunciou que vai participar junto em projetos da Renova. Agora, espero a manifestação da Renova após fim do período de silêncio do RI.

Próximo

Voltar para Mid Caps

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes