Bem-vindo: Dez 17, 2017 17:34

Out 25, 2013 11:44
piri Estreante
Mensagens: 39
Eneva - ENEV3
Avatar do usuário
Registrado em:
Nov 13, 2012 2:14
 
 
Agora controlada pela E.On, a Eneva está colocando os ativos em operação sem o auê típico do ex-controlador Eike. Estão batendo na ação nas ultimas semanas, mas ela ainda irá surpreender e acredito que ainda este ano. Certamente uma boa opção para quem pensa em período de pelo menos 1 ano.

http://m.infomoney.com.br/eneva/noticia ... rnaiba-iii

Nov 05, 2013 21:37
quattor Forista Assíduo
Mensagens: 381
Re: Eneva - ENEV3
quattor
Registrado em:
Mai 22, 2012 22:04
 
 
Apanhou sem dó; deve sair do msci nesta semana.

Nov 13, 2013 21:36
ARNALDO WIL Forista Assíduo
Mensagens: 1219
Re: Eneva - ENEV3
Avatar do usuário
Registrado em:
Nov 29, 2009 11:36
 
 

Nov 14, 2013 14:06
Beloto Estreante
Mensagens: 88
Re: Eneva - ENEV3
Beloto
Registrado em:
Out 29, 2012 13:16
 
 
Para uma empresa que está apenas iniciando suas operações e com as recentes aquisições este resultado foi muito melhor que o esperado. Ebtida surpreendeu e para o curto prazo com certeza teremos boas surpresas...."Corretoras comprando muito"

Nov 14, 2013 15:35
Tadeuoc Forista VIP
Mensagens: 4542
Re: Eneva - ENEV3
Tadeuoc
Registrado em:
Nov 29, 2012 14:53
 
 
Gostei do resultado e abri posição, pequena, é verdade.

Consegui a proeza de comprar no TOPO do dia.

Acertei o *&%$#@ do negão.

muito azar!

Nov 21, 2013 14:21
piri Estreante
Mensagens: 39
Re: Eneva - ENEV3
Avatar do usuário
Registrado em:
Nov 13, 2012 2:14
 
 
Alguém sabe qual a implicação desta revisão de metodologia para a ENEVA? Deve ser positivo para a empresa (caso contrário não haveria sentido a empresa propor tal revisão para a ANEEL), mas não saberia dizer quão grande é o impacto. Espero que seja mais uma boa notícia.

Aneel aprova revisão na metodologia de ressarcimento do custo de aquisição de energia em caso de atraso no início da operação comercial
http://ri.eneva.com.br/ptb/860/13-11-21 ... 9m%20(Port)_VF.pdf

Quanto à queda recente... foi pesada! O prejuízo no 3T13 foi grande, mas não surpreendeu... Com as novas usinas entrando em operação em breve, acredito na reviravolta em 2014. E espero que ano que vem seja sem o peruca... infelizmente está demorando para ele vender a fatia dele... se bobear tem tubarão raivoso jogando o preço para baixo para quebrar o peruca e depois que conseguir vai deixar a ENEVA em paz.

Nov 21, 2013 15:08
quattor Forista Assíduo
Mensagens: 381
Re: Eneva - ENEV3
quattor
Registrado em:
Mai 22, 2012 22:04
 
 
piri escreveu:Alguém sabe qual a implicação desta revisão de metodologia para a ENEVA? Deve ser positivo para a empresa (caso contrário não haveria sentido a empresa propor tal revisão para a ANEEL), mas não saberia dizer quão grande é o impacto. Espero que seja mais uma boa notícia.

Aneel aprova revisão na metodologia de ressarcimento do custo de aquisição de energia em caso de atraso no início da operação comercial
http://ri.eneva.com.br/ptb/860/13-11-21 ... 9m%20(Port)_VF.pdf

Quanto à queda recente... foi pesada! O prejuízo no 3T13 foi grande, mas não surpreendeu... Com as novas usinas entrando em operação em breve, acredito na reviravolta em 2014. E espero que ano que vem seja sem o peruca... infelizmente está demorando para ele vender a fatia dele... se bobear tem tubarão raivoso jogando o preço para baixo para quebrar o peruca e depois que conseguir vai deixar a ENEVA em paz.


Também não sei o impacto, mas enquanto a venda da ogx maranhão estiver enrolada na recuperação judicial da ogx, e enquanto o peruca não vender a fatia dele na empresa, a ação deve sofrer.
Abaixo de R$ 3,00 começa a ficar interessante a compra, mas com as seguintes ressalvas: 1) a ação ainda pode vir a cair bastante no curto prazo; 2) o resultado da empresa só deve melhorar efetivamente no segundo semestre de 2014 (o equacionamento da dívida de curto prazo só deve acontecer no primeiro trimestre de 2014); e 3) se o negócio da venda da ogx maranhão para a cambuhy azedar e nenhuma alternativa for adotada de imediato, aí não precisa nem voltar o 'x' para o nome da empresa para que ela busque a casa dos centavos.

Nov 26, 2013 17:41
quattor Forista Assíduo
Mensagens: 381
Re: Eneva - ENEV3
quattor
Registrado em:
Mai 22, 2012 22:04
 
 
26/11/2013 14:16 ENEVA (ENEV-NM) - Negociacao em Separado

ENEVA (ENEV-NM) - Negociacao em Separado

Tendo em vista que (a) desde 11/9/2013, o Conselho de Administracao da Companhia
deixou de contar com 20% de membros independentes, em descumprimento da
obrigacao constante do item 4.3. do Regulamento de Listagem do Novo Mercado, e
que (b) em 11/11/2013 se esgotou o prazo concedido pela BM&FBOVESPA para
solucao do descumprimento, sob pena de aplicacao de sancoes nao pecuniarias, as
cotacoes das acoes de emissao dessa Companhia serao divulgadas em separado, sob
o titulo de Outros , a partir do pregao de 27/11/2013, por conta da manutencao
do descumprimento da obrigacao mencionada.


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


ENEVA S.A.
CNPJ/MF: 04.423.567/0001-21
NIRE: 33.3.0028401-0
(Companhia Aberta)
Proposta da Administração à Assembleia Geral Extraordinária a ser realizada no dia 12 de dezembro de 2013, às 11:00 horas,
conforme Edital de Convocação
Senhores Acionistas,
A Administração da ENEVA S.A. (“Companhia” ou “ENEVA”), nos termos da legislação pertinente e do Estatuto Social da Companhia, objetivando atender aos interesses da Companhia, vem propor a V.Sas., em razão da Assembleia Geral Extraordinária, o que segue:
(i) Eleger novo membro para o Conselho de Administração da Companhia
A Administração propõe a eleição, com mandato de 2 (dois) anos, até a realização da Assembleia Geral Ordinária de 2015, do seguinte novo membro para o Conselho de Administração da Companhia para ocupar o cargo vacante do Conselho:
Luiz Fernando Vendramini Fleury.......................
Conselheiro Independente
Editado pela última vez por quattor em Nov 26, 2013 17:56, em um total de 1 vez.

Nov 26, 2013 17:50
ARNALDO WIL Forista Assíduo
Mensagens: 1219
Re: Eneva - ENEV3
Avatar do usuário
Registrado em:
Nov 29, 2009 11:36
 
 
caros colegas,

a corretora 13 - merrill Lynch, vendeu pesado no final do pregão....

Dez 05, 2013 21:02
atoxa Forista VIP
Mensagens: 5272
Re: Eneva - ENEV3
atoxa
Registrado em:
Out 26, 2012 21:00
 
 
1 FOLEGO pra ela

_____________________________________________________________________________

Conselho da Eneva aprova rolagem de dívida com BTG Pactual

Valor05/12/201318h16


O conselho de administração da Eneva aprovou hoje a rolagem de uma dívida junto ao banco BTG Pactual. O montante, o novo prazo e as condições da operação não foram informados.

Ao fim de setembro, a dívida com o banco somava R$ 465,4 milhões, já considerando os juros incidentes sobre o valor principal. Desse valor, R$ 356,2 milhões venceriam no dia 2 e outros R$ 109,2 milhões, no dia 13.

Na segunda-feira, a companhia, antiga MPX Energia, já havia aprovado a rolagem da dívida com o banco Itaú BBA. A dívida com esse banco, com vencimento em 16 de dezembro, somava R$ 109,2 milhões.

Dez 13, 2013 9:22
quattor Forista Assíduo
Mensagens: 381
Re: Eneva - ENEV3
quattor
Registrado em:
Mai 22, 2012 22:04
 
 
13/12/2013 08:36 ENEVA (ENEV-NM) -Fato relevante Refinanciamento divida (curto prazo) da holding

ENEVA (ENEV-NM)
Fato relevante Conclui refinanciamento da divida de curto prazo da Holding

Enviou fato relevante, no qual consta:

Rio de Janeiro, 12 de dezembro de 2013 A ENEVA S.A. ( Companhia )
(BM&FBovespa: ENEV3, GDR I: ENEVY) anunciou hoje que concluiu com sucesso o
refinanciamento da divida de curto prazo da companhia holding. A Companhia rolou
a divida existente na holding com vencimento em dezembro de 2013 e marco de
2014, e assegurou linhas adicionais de credito no montante de aproximadamente
R$600 milhoes.

O alongamento do prazo de maturacao da divida da holding e o montante adicional
assegurado devem garantir a ENEVA liberdade para implementacao de medidas de
desalavancagem em 2014 e 2015.

A ENEVA ira organizar uma teleconferencia na sexta-feira, 13 de dezembro de
2013, as 11:00 (horario de Brasilia), para discutir os resultados das
negociacoes de refinanciamento e os planos da Companhia para reduzir a
alavancagem da companhia holding.

Seguem abaixo os dados para a teleconferencia:
Participantes que ligam do Brasil: +55 11 4688-6341 / +55 11 2104-8901
Participantes que ligam dos EUA: + 1 786 924 6977
Toll-free (EUA apenas): + 1 888 700 0802
Senha: Eneva

SOBRE A ENEVA

Dez 13, 2013 10:02
quattor Forista Assíduo
Mensagens: 381
Re: Eneva - ENEV3
quattor
Registrado em:
Mai 22, 2012 22:04
 
 
13/12/2013 09:59 ENEVA (ENEV-NM) - Fato relevante Parnaiba IV Inicia Operacao Comercial

ENEVA (ENEV-NM)
Fato relevante Usina Termeletrica Parnaiba IV Inicia Operacao Comercial

Enviou o seguinte fato relevante:

Rio de Janeiro, 13 de dezembro de 2013 A ENEVA S.A. ( Companhia )
(BM&FBovespa: ENEV3, GDR I: ENEVY) comunica ao mercado que, em 12 de dezembro de
2013, a usina termeletrica Parnaiba IV ( Parnaiba IV ou Empreendimento ), com
capacidade de 56MW, recebeu autorizacao da Agencia Nacional de Energia Eletrica
(Aneel) para iniciar operacao comercial como autoprodutor de energia eletrica. A
Companhia, em parceria com a MPX-E.ON Participacoes S.A. e a Petra Energia S.A.,
firmou contrato no mercado livre, por um periodo de cinco anos, para o
fornecimento de 46MWmedios por R$54 milhoes/ano (data-base: abril de 2013).

Parnaiba IV finalizou sua sincronizacao com o Sistema Interligado Nacional (SIN)
em 28 de novembro de 2013 e atingiu capacidade nominal plena no mesmo dia. Com o
inicio de operacao do Empreendimento, o Complexo Parnaiba atingiu capacidade
instalada operacional de 901MW e consumo de gas natural de aproximadamente 6,0
milhoes m3/dia.

SOBRE A ENEVA

A ENEVA atua na geracao e comercializacao de energia eletrica e possui negocios
complementares na exploracao e producao de gas natural. A Companhia tem,
atualmente, capacidade instalada bruta em operacao de 2,4GW e constroi 524MW
adicional, estando assim entre as maiores empresas privadas de geracao de
energia eletrica no Brasil. A ENEVA possui ainda participacao em blocos
terrestres de gas natural na Bacia do Parnaiba, integrados a usinas de geracao
proprias, com producao media contratada de ate 8,4 milhoes de m3/dia.

Relacoes com Investidores:

Flavia Heller
Rodrigo Vilela
Luiza Santoro

+55 21 2163-4459
ri@eneva.com.br
ri.eneva.com.br

Assessoria de Imprensa:
Carla Assemany +55 21 2163-7356 / +55 21 99953-7255
Isabella Paschuini +55 21 2163-6114 / +55 21 99847-0955

Dez 13, 2013 10:05
quattor Forista Assíduo
Mensagens: 381
Re: Eneva - ENEV3
quattor
Registrado em:
Mai 22, 2012 22:04
 
 
será que alcançou o fundo (no curto prazo pelo menos)?

Dez 13, 2013 10:11
Tadeuoc Forista VIP
Mensagens: 4542
Re: Eneva - ENEV3
Tadeuoc
Registrado em:
Nov 29, 2012 14:53
 
 
quattor escreveu:será que alcançou o fundo (no curto prazo pelo menos)?


provavel que nao.

Sigo comprado.

Dez 13, 2013 10:16
quattor Forista Assíduo
Mensagens: 381
Re: Eneva - ENEV3
quattor
Registrado em:
Mai 22, 2012 22:04
 
 
Tadeuoc escreveu:
quattor escreveu:será que alcançou o fundo (no curto prazo pelo menos)?


provavel que nao.

Sigo comprado.


Concordo, risco eike ainda pesa muito.

tbém comprado (aposta para o final de 2014).

Dez 13, 2013 10:26
Tadeuoc Forista VIP
Mensagens: 4542
Re: Eneva - ENEV3
Tadeuoc
Registrado em:
Nov 29, 2012 14:53
 
 
A empresa hoje nao é mais sonho. Projeto, power point (como diz o frajola rs).

A empresa está sendo penalizada, em grande parte, pelos contratos assinados de fornecimento de energia com a ANEEL.

Como as plantas atrasaram um pouco, a empresa está tendo de comprar a um preço X no mercado Spot e repassando a ANEEL por um preço X-10.

Dai nao tem jeito.

Dez 23, 2013 11:07
atoxa Forista VIP
Mensagens: 5272
Re: Eneva - ENEV3
atoxa
Registrado em:
Out 26, 2012 21:00
 
 
Marubeni confirma interesse na Eneva

Fernando Scheller | Agência Estado


Um dos principais vetores de crescimento da gigante japonesa Marubeni, mais conhecida no Brasil como uma das maiores exportadores de grãos para a Ásia, é o setor de energia. Por aqui, as commodities ainda representam o grosso do faturamento, enquanto lá fora as matérias-primas contribuem só com 40% da receita anual, que superou a marca de US$ 47 bilhões no último ano fiscal. Para corrigir esse descompasso, a Marubeni negocia a compra de uma fatia da Eneva, ex-MPX, que hoje é uma sociedade entre o empresário Eike Batista e a alemã E.ON.
As negociações em relação ao grupo de energia já se arrastam há alguns meses, conforme noticiou o jornal O Estado de São Paulo em setembro. Uma fatia de 23,9% do negócio estaria em jogo, segundo informações de mercado. A multinacional alemã, no entanto, teria vetado a entrada de seus principais concorrentes na Eneva, entre eles o grupo francês GDF Suez, que recentemente também anunciou a intenção de crescer fortemente no País.
O presidente da Marubeni para o Brasil e a América do Sul, Yoji Ibuki, confirmou o interesse na empresa de energia criada pelo grupo EBX - que atualmente tem duas empresas em recuperação judicial, a petroleira OGX e a construtora naval OSX - e frisou que as negociações continuam em curso. A operação está sendo considerada pela Marubeni porque a empresa afirma não ter interesse em competir por ativos ofertados dentro do modelo de concessões atual do governo, pois considera os retornos muito baixos. “Acaba sendo melhor deixar o dinheiro no banco”, diz Ibuki.
Essa dificuldade em se estabelecer em novos setores acabou criando uma situação atípica na América do Sul, admite o executivo. Segundo Ibuki, a região é importante para a Marubeni, mas o principal mercado não é o Brasil, a principal economia, e sim o Chile. Por lá, a empresa está bem estabelecida com projetos de infraestrutura. “Administramos a terceira maior empresa de água do país”, exemplifica. A empresa também mantém no Chile um grande projeto de mineração de cobre.
Depois da movimentação de grãos, o segundo principal negócio da Marubeni no País é o investimento em plataformas de produção de petróleo para a Petrobras, em que atua como sócia de outra parceira da estatal brasileira, a também japonesa Modec. A companhia mantém ainda atividades de mineração na Bahia e também é dona da Companhia Iguaçu de Café Solúvel, no Paraná. Com o café produzido no País, a empresa entrou no varejo em alguns mercados - a marca Amigo, por exemplo, é líder na Romênia -, mas a Marubeni considera o potencial do negócio limitado. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

Dez 23, 2013 13:14
ARNALDO WIL Forista Assíduo
Mensagens: 1219
Re: Eneva - ENEV3
Avatar do usuário
Registrado em:
Nov 29, 2009 11:36
 
 

Dez 23, 2013 18:06
ARNALDO WIL Forista Assíduo
Mensagens: 1219
Re: Eneva - ENEV3
Avatar do usuário
Registrado em:
Nov 29, 2009 11:36
 
 

Jan 03, 2014 15:41
Tadeuoc Forista VIP
Mensagens: 4542
Re: Eneva - ENEV3
Tadeuoc
Registrado em:
Nov 29, 2012 14:53
 
 
começando o ano bem.


Acho que o 4Q13 será bem promissor

Próximo

Voltar para Mid Caps

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 3 visitantes