Bem-vindo: Jun 18, 2018 1:43

Jan 09, 2012 16:41
StFex Forista Assíduo
Mensagens: 388
Vanguarda Agro - VAGR3
StFex
Registrado em:
Set 20, 2011 0:02
 
 
Dick Trade escreveu:Vanguarda diz que Otaviano Pivetta vendeu ações da empresa
Brasil Econômico (redacao@brasileconomico.com.br)
09/01/12 15:39

A Vanguarda Agro afirmou nesta segunda-feira (9/1) que o produtor rural Otaviano Pivetta vendeu 247,191 milhões de ações da companhia.

A participação foi adquirida pelo Fundo de Investimento em Participações Vanguarda, do BTG Pactual.

Nesta manhã, a empresa comunicou que os fundos do BTG Pactual passaram a deter 10,87% das ações ordinárias da Vanguarda.

http://www.brasileconomico.com.br/notic ... 11470.html
Tomara q o Banuelos compre essa joça pra ver se ajuda a acabar logo com essa briga idiota e so ta prejuducando os sardinhas como eu

Jan 09, 2012 16:45
IBMISTA Forista Assíduo
Mensagens: 1383
IBMISTA
Registrado em:
Dez 13, 2010 15:48
 
 
StFex escreveu:
Dick Trade escreveu:Vanguarda diz que Otaviano Pivetta vendeu ações da empresa
Brasil Econômico (redacao@brasileconomico.com.br)
09/01/12 15:39

A Vanguarda Agro afirmou nesta segunda-feira (9/1) que o produtor rural Otaviano Pivetta vendeu 247,191 milhões de ações da companhia.

A participação foi adquirida pelo Fundo de Investimento em Participações Vanguarda, do BTG Pactual.

Nesta manhã, a empresa comunicou que os fundos do BTG Pactual passaram a deter 10,87% das ações ordinárias da Vanguarda.

http://www.brasileconomico.com.br/notic ... 11470.html
Tomara q o Banuelos compre essa joça pra ver se ajuda a acabar logo com essa briga idiota e so ta prejuducando os sardinhas como eu

Dizem às mãs linguas que é isso que vai acabar acontecendo! espero que sim pois ele têm bala pra fazer isso!

Jan 09, 2012 17:15
Dick Trade Forista VIP
Mensagens: 16202
Avatar do usuário
Registrado em:
Dez 17, 2007 14:21
 
 
Após comunicados sobre execução de dívida de sócio, V-Agro avança até 15%


SÃO PAULO - Após divulgar que o BTG Pactual alcançou, no último dia 5, 10,87% do toal das ações emitidas pela Vanguarda Agro (VAGR3), os papéis da empresa avançam no campo positivo no Ibovespa, nesta segunda-feira (9).

Por volta de 16h20, as ações da empresa apontavam alta de 9,38%, cotadas a R$ 0,35. No mesmo momento, o Ibovespa subia apenas 0,42%. As ações tiveram desempenho agressivo também no intraday, chegando a avançar 15,63% na sua máxima do dia, quando alcançaram R$ 0,37.

“A primeira sinalização do comunicado do BTG foi positiva, mas não é certeza que continuará assim. Não é certo que esse papel vai contnuar em alta”, explica Osmar Camilo, analista da Socopa Corretora. O analista se refere ao fato de que a nova posição do BTG Pactual deve-se à execução da dívida de um dos acionistas da empresa.

“Agora ficou em suspense, pois a operação é resultado de uma operação de crédito, de um empréstimo que foi executado, e não de um investimento como se tinha pensado em um primeiro momento”, explica Camilo.

Segundo ele, a tendência é de que o BTG procure os outros sócios da empresa para saber se há interesse na compra dessas ações. Em caso negativo, o banco deve seguir para o mercado e ofertar esses papéis.

Novo comunicado
Há pouco, a V-Agro comunicou ao mercado que recebeu correspondência enviada por Otaviano Olavo Pivetta, informando a redução de sua participação acionária em 247.191.013 ações ordinárias de emissão da Companhia. Trata-se do montante adquirido pelo BTG Pactual, como anunciado nesta manhã.

Pivetta possuía 618,2 milhões de papéis ordinários antes da operação anunciada nesta segunda-feira e continua a ser o maior acionista individual da companhia, sendo seguido pelos fundos de investimento Vila Rica e Tiradentes, ligados ao grupo Veremonte e que conta com 300,9 milhões de ações sob controle.

Fonte: http://www.infomoney.com.br/mercados/noticia/2308541

Jan 09, 2012 17:49
BlueTôFora Forista Assíduo
Mensagens: 576
Avatar do usuário
Registrado em:
Nov 28, 2011 9:20
 
 
Parecendo que vai fechar na máxima, o leilão final promete! :shock:

Jan 09, 2012 22:32
mercador52 Forista Assíduo
Mensagens: 166
mercador52
Registrado em:
Jun 27, 2011 13:25
 
 
vendi uma perninha que tinha comprado a 32 mas o meu preju é mais embaixo :( :( :(

se os numeros não me falham o espanhol tem 15% e opção de comprar 5% do pivetta. caso compre os 10% do btg ele volta a dar as cartas na organização a um preço bem mais economico...

Jan 09, 2012 22:54
-MZT- Forista Assíduo
Mensagens: 222
-MZT-
Registrado em:
Nov 04, 2010 13:15
 
 
E parece que o BTG vai leiloar mesmo.. não é de seu interesse ficar com essas ações...
BTG é formador de mercado da VAGR e com certeza tem muito mais informações que qualquer um de nós.. e se eles não querem ficar com isso.... :roll: o negócio é complicado mesmo! rsrs

Jan 10, 2012 9:47
IBMISTA Forista Assíduo
Mensagens: 1383
IBMISTA
Registrado em:
Dez 13, 2010 15:48
 
 
Se o Banuelos aumentar sua posição na empresa isso aqui vai repicar bem!!

Jan 10, 2012 11:04
BlueTôFora Forista Assíduo
Mensagens: 576
Avatar do usuário
Registrado em:
Nov 28, 2011 9:20
 
 
Abertura com bom aspecto..., vem repique por ai!

Jan 10, 2012 11:15
BlueTôFora Forista Assíduo
Mensagens: 576
Avatar do usuário
Registrado em:
Nov 28, 2011 9:20
 
 
Vai abrir com gap...

Jan 10, 2012 11:23
BlueTôFora Forista Assíduo
Mensagens: 576
Avatar do usuário
Registrado em:
Nov 28, 2011 9:20
 
 
Linda abertura com 3M de movimento.
Quase 2M de OC a 0,36..., ai tem!

Jan 10, 2012 11:51
Bellini Estreante
Mensagens: 26
BTG Pactual entra no capital da Vanguarda Agro
Bellini
Registrado em:
Dez 15, 2011 16:07
 
 
Há 11 horas e 46 minutos
BTG Pactual entra no capital da Vanguarda Agro
Por Gerson Freitas Jr. | De São Paulo
A disputa envolvendo o controle da Vanguarda Agro teve ontem mais um episódio e promete novos desdobramentos. Maior acionista individual da companhia, o agricultor Otaviano Pivetta vendeu parte de sua participação para o banco BTG Pactual para o pagamento de uma dívida estimada pelo mercado em aproximadamente R$ 100 milhões.

Com a aquisição, a instituição financeira passou a deter 10,87% das ações ordinárias (com direito a voto) da empresa, uma das maiores do setor de produção agrícola no país. Os papéis da companhia, que tinham caído 68% nos 12 meses até sexta-feira (40,7% nos últimos 30 dias), fecharam em alta de 9,37% ontem.

A reação eufórica é interpretada de duas formas no mercado. A primeira é que a entrada do BTG na Vanguarda fez crescer a confiança dos investidores em uma companhia que, nas últimas semanas, ganhou notoriedade pelo racha entre os principais acionistas, pela troca de acusações entre eles e por denúncias de irregularidades em operações de compra e venda de ações.


Ampliar imagem.
A outra interpretação - na verdade, uma aposta - é que o BTG vai leiloar os papéis recém-adquiridos. E, desse modo, abrirá caminho para que outro acionista da Vanguarda, a firma de investimentos Veremonte, controlada pelo investidor espanhol Enrique Bañuelos, aumente sua participação e assuma o controle da companhia.

A Veremonte deixou a gestão da Vanguarda Agro em dezembro, depois que Bañuelos e Pivetta se desentenderam sobre a criação de um fundo para gerir parte das terras da companhia. "O mercado não aceitou bem a saída da Veremonte, pois entendia que eles vinham fazendo um bom trabalho à frente da companhia. Sem dúvida, a notícia de que eles podem voltar é bem vista", afirma Erick Hood, analista da SLW Corretora.

O BTG Pactual não atendeu às solicitações de entrevista da reportagem e não confirma qualquer intenção de leiloar as ações. Na correspondência em que informa a compra dos papéis, a instituição declara, porém, que "não objetiva alterar a composição do controle ou a estrutura da companhia" e que "não tem o objetivo de atingir nenhuma participação acionária em particular".

Os representantes da Veremonte também não confirmam interesse em comprar essa parte. Nas últimas semanas, os dois fundos por meio dos quais a empresa mantém participação direta na Vanguarda - Vila Rica e Tiradentes - venderam um volume expressivo de ações da empresa agrícola. Sua fatia, que era de aproximadamente 21%, caiu para menos de 13%.

Contudo, a Veremonte sustenta que mantém uma participação próxima de 20% por meio de outros veículos de investimento. Além disso, alega ter direito à compra de 5% das ações ainda em poder de Pivetta.

Desse modo, a posição de Pivetta como maior acionista e controlador da Vanguarda Agro fica ameaçada. O produtor, que também não quis se pronunciar sobre a transação com o BTG Pactual, detinha 27% da empresa antes do negócio. Como as 247,1 milhões de ações que vendeu ao banco representam cerca de 10,5% da empresa, Pivetta teve sua participação direta reduzida a menos de 17%. Mas, a exemplo da Veremonte, ele garante ainda manter uma fatia próxima de 22% por meio de familiares e participação em fundos.

Além de Pivetta e Veremonte, os empresários Hélio Seibel e Silvio Tini detêm 10,7% e 5,48% das ações, respectivamente.

A Vanguarda Agro foi formada em outubro do ano passado, a partir da aquisição da Vanguarda do Brasil, empresa de capital fechada criada e controlada por Pivetta, pela Brasil Ecodiesel, companhia aberta que tinha a Veremonte como principal acionista, em um negócio de R$ 1,1 bilhão. Um ano antes, a Brasil Ecodiesel comprou os ativos do Maeda, outra tradicional empresa do ramo agrícola.

Neste ano, a Vanguarda Agro cultivou 198 mil hectares com soja, milho e algodão nos Estados de Mato Grosso, Bahia, Goiás e Piauí.

Jan 10, 2012 16:52
Poloni86 Estreante
Mensagens: 84
Avatar do usuário
Registrado em:
Ago 23, 2011 18:51
 
 
Ao que parece, Mato Grosso, Bahia, Goiás e Piauí nao foram afetados pelas chuvas nem pela seca...
ja o sul, um dos maiores produtores de soja (concorrencia) ta numa secura braba.

vai interferir pouco no preço das açoes, mas deve melhorar a receita da vagro. quem sabe, um resultado positivo...

Jan 10, 2012 19:03
JFFREITAS FILHO Forista Assíduo
Mensagens: 810
Juliano Malara
JFFREITAS FILHO
Registrado em:
Jan 03, 2008 13:37
 
 
E daí, Juliano MALARA?

Pelo formulário enviado à Bovespa, Conselho Fiscal vendeu 500.000 ações em 12.12.2011.
Acho que vc era o único do CF que tinha ações, certo?

http://siteempresas.bovespa.com.br/cons ... p?motivo=& protocolo=317246&funcao=visualizar&Site=C

Jan 10, 2012 19:51
Consenso de Moderadores Forista Assíduo
Mensagens: 1573
Avatar do usuário
Registrado em:
Fev 12, 2010 17:46
 
 
Prezados Foristas,

Subdividimos este tópico devido ao tamanho.

As mensagens ANTIGAS podem ser consultadas no link abaixo:

http://forum.infomoney.com.br/viewtopic ... c729e2aa45

Atenciosamente.

Jan 10, 2012 19:54
Bumper Estreante
Mensagens: 73
Bumper
Registrado em:
Jul 23, 2009 14:27
 
 
IBMISTA escreveu:Se o Banuelos aumentar sua posição na empresa isso aqui vai repicar bem!!
Com Banuelos ou sem Banuelos eu vou ficar nessa joça pelo menos até 2019.

Acredito fortemente no setor de alimentos.

Não fico vendendo e comprando ações a todo momento....é muita agonia.

Vou enterrar uma graninha aki....lá na frente conversamos.

Jan 11, 2012 8:19
IBMISTA Forista Assíduo
Mensagens: 1383
IBMISTA
Registrado em:
Dez 13, 2010 15:48
 
 
Concordo contigo acho que não vai nem levar todo esse tempo aeee!!!rs

Jan 11, 2012 11:53
IBMISTA Forista Assíduo
Mensagens: 1383
IBMISTA
Registrado em:
Dez 13, 2010 15:48
 
 
Dick Trade escreveu:Pivetta vai brigar para retomar ações do BTG

As ações são da Vanguarda Agro e trocaram de mãos para pagar dívidas com banco de Esteves.

A disputa por poder na Vanguarda Agro entre os seus principais acionistas promete esquentar depois da entrada do BTG Pactual no capital da companhia, anunciada segunda-feira (9/1).

É que o empresário Otaviano Pivetta, um dos maiores acionistas da Vanguarda Agro, está se armando para entrar na Justiça para tentar reaver sua participação, que corresponde a 10,87% das ações. Pivetta teve que entregar os papéis ao BTG para pagar dívida de R$ 100 milhões.

Segundo apurou o Brasil Econômico, Pivetta quer brigar nos tribunais para que o espanhol Enrique Bañuelos, um dos principais acionistas da Vanguarda Agro, pague a dívida ao BTG.

O argumento do empresário é que a Veremonte, a empresa de investimentos de Bañuelos no Brasil, teria se comprometido a honrar o pagamento com o banco de André Esteves quando o espanhol comprou 50% da Vanguarda, fundada e controlada por Pivetta, no final de 2010.

O acordo teria sido feito, portanto, antes da incorporação da Vanguarda pela Brasil Ecodiesel (antigo nome da Vanguarda Agro), em meados de 2011.

Essa dívida foi feita há cerca de quatro anos para dar fôlego à operação da Vanguarda - então controlada apenas por Pivetta e sua família - e permitir sua abertura de capital (IPO, na sigla em inglês) na bolsa.

O BTG, chamado de Pactual na época, retomaria os recursos na operação do IPO da empresa. "Como o mundo virou de ponta cabeça com a crise de 2008, o projeto de ir à bolsa foi engavetado, mas Pivetta ficou com o compromisso de honrar a dívida entre o fim de 2011 e começo deste ano", disse uma pessoa a par da transação.

Do lado de Bañuelos, a avaliação é outra. Segundo um executivo próximo da Veremonte, a empresa do espanhol era apenas um fiador das dívidas de Pivetta. As ações do empresário é que eram as garantias. Procurados para comentar o assunto, Pivetta, os executivos da Veremonte e o BTG não falaram.

Desde o final de outubro do ano passado, a Veremonte não faz parte da gestão da empresa. Marcelo Paracchini, o braço direito de Bañuelos e conselheiro da Vanguarda Agro, afastou-se temporariamente da gestão após discordâncias com os sócios Pivetta, Silvio Tini e Hélio Seibel.

O racha ocorreu depois que a Veremonte sugeriu a criação de um fundo de terras formado por terrenos da Vanguarda Agro. Os recursos captados pela venda de cotas do fundo, seriam utilizados para pagar dívida da Vanguarda.

Tini, Seibel e Pivetta discordaram do fato da Veremonte se tornar gestora. Tini e Seibel não concederam entrevista. O maior perdedor na troca de mãos das ações para o BTG foi Pivetta.

A operação ocorreu no pior patamar de preço. A ação vale R$ 0,34, 63% menos que há um ano. Se a operação tivesse ocorrido duas semanas atrás, ele teria perdido 5% das ações, e não 10,8%.

Fonte: http://www.brasileconomico.com.br/notic ... 11572.html


Como o FRAJOLA disse DANGER

Jan 11, 2012 11:56
Dick Trade Forista VIP
Mensagens: 16202
Avatar do usuário
Registrado em:
Dez 17, 2007 14:21
 
 
Pivetta vai brigar para retomar ações do BTG

As ações são da Vanguarda Agro e trocaram de mãos para pagar dívidas com banco de Esteves.

A disputa por poder na Vanguarda Agro entre os seus principais acionistas promete esquentar depois da entrada do BTG Pactual no capital da companhia, anunciada segunda-feira (9/1).

É que o empresário Otaviano Pivetta, um dos maiores acionistas da Vanguarda Agro, está se armando para entrar na Justiça para tentar reaver sua participação, que corresponde a 10,87% das ações. Pivetta teve que entregar os papéis ao BTG para pagar dívida de R$ 100 milhões.

Segundo apurou o Brasil Econômico, Pivetta quer brigar nos tribunais para que o espanhol Enrique Bañuelos, um dos principais acionistas da Vanguarda Agro, pague a dívida ao BTG.

O argumento do empresário é que a Veremonte, a empresa de investimentos de Bañuelos no Brasil, teria se comprometido a honrar o pagamento com o banco de André Esteves quando o espanhol comprou 50% da Vanguarda, fundada e controlada por Pivetta, no final de 2010.

O acordo teria sido feito, portanto, antes da incorporação da Vanguarda pela Brasil Ecodiesel (antigo nome da Vanguarda Agro), em meados de 2011.

Essa dívida foi feita há cerca de quatro anos para dar fôlego à operação da Vanguarda - então controlada apenas por Pivetta e sua família - e permitir sua abertura de capital (IPO, na sigla em inglês) na bolsa.

O BTG, chamado de Pactual na época, retomaria os recursos na operação do IPO da empresa. "Como o mundo virou de ponta cabeça com a crise de 2008, o projeto de ir à bolsa foi engavetado, mas Pivetta ficou com o compromisso de honrar a dívida entre o fim de 2011 e começo deste ano", disse uma pessoa a par da transação.

Do lado de Bañuelos, a avaliação é outra. Segundo um executivo próximo da Veremonte, a empresa do espanhol era apenas um fiador das dívidas de Pivetta. As ações do empresário é que eram as garantias. Procurados para comentar o assunto, Pivetta, os executivos da Veremonte e o BTG não falaram.

Desde o final de outubro do ano passado, a Veremonte não faz parte da gestão da empresa. Marcelo Paracchini, o braço direito de Bañuelos e conselheiro da Vanguarda Agro, afastou-se temporariamente da gestão após discordâncias com os sócios Pivetta, Silvio Tini e Hélio Seibel.

O racha ocorreu depois que a Veremonte sugeriu a criação de um fundo de terras formado por terrenos da Vanguarda Agro. Os recursos captados pela venda de cotas do fundo, seriam utilizados para pagar dívida da Vanguarda.

Tini, Seibel e Pivetta discordaram do fato da Veremonte se tornar gestora. Tini e Seibel não concederam entrevista. O maior perdedor na troca de mãos das ações para o BTG foi Pivetta.

A operação ocorreu no pior patamar de preço. A ação vale R$ 0,34, 63% menos que há um ano. Se a operação tivesse ocorrido duas semanas atrás, ele teria perdido 5% das ações, e não 10,8%.

Fonte: http://www.brasileconomico.com.br/notic ... 11572.html

Edit: Repostando. Apaguei sem querer...

Jan 11, 2012 13:24
mainframe Forista Assíduo
Mensagens: 1177
Avatar do usuário
Registrado em:
Mai 16, 2009 20:54
 
 

Jan 11, 2012 13:31
IBMISTA Forista Assíduo
Mensagens: 1383
IBMISTA
Registrado em:
Dez 13, 2010 15:48
 
 


Então se eles vão vender à ação à 0,35 isso quer dizer que depois que venderem à esse preço ela abre GAP para cair mais!!!

Próximo

Voltar para Small Caps & Micos

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante