Bem-vindo: Jun 20, 2019 13:28

Out 02, 2013 16:53
aule Forista VIP
Mensagens: 3290
Livros
Avatar do usuário
Registrado em:
Nov 08, 2012 19:32
 
 
.
Editado pela última vez por aule em Jan 04, 2014 11:24, em um total de 2 vezes.

Out 02, 2013 16:58
aule Forista VIP
Mensagens: 3290
Avatar do usuário
Registrado em:
Nov 08, 2012 19:32
 
 
.
Editado pela última vez por aule em Jan 04, 2014 11:24, em um total de 2 vezes.

Out 02, 2013 17:43
Bizuman Forista Assíduo
Mensagens: 315
Re: Livros
Avatar do usuário
Registrado em:
Abr 25, 2008 19:12
 
 
Boa Tarde Foristas!

Terminei a leitura do e-book "Como Investir Dinheiro" do Rafael Seabra , segue a resenha com minhas impressões. Adianto que é um livro muito interessante para os novatos mas um investidor experiente talvez não veja muito benefício na obra. Confira se o livro é para você.
http://bizzinvest.com.br/resenha-livro- ... -dinheiro/

Um abraço!
Christian - bizzinvest

Out 06, 2013 12:45
investmobile Estreante
Mensagens: 17
Re: Livros
Avatar do usuário
Registrado em:
Jul 19, 2013 20:26
Localização:
São Paulo
 
 
Resenha do livro - Eu quero ser Rico do autor Maurício Hissa (.)

http://www.resenhavirtual.com.br/blog/q ... a-bastter/

Jan 21, 2014 17:47
aule Forista VIP
Mensagens: 3290
Re: Livros
Avatar do usuário
Registrado em:
Nov 08, 2012 19:32
 
 
.
Editado pela última vez por aule em Set 27, 2014 21:33, em um total de 1 vez.

Fev 08, 2014 7:58
aule Forista VIP
Mensagens: 3290
Re:
Avatar do usuário
Registrado em:
Nov 08, 2012 19:32
 
 
.
Editado pela última vez por aule em Set 26, 2014 21:36, em um total de 1 vez.

Fev 09, 2014 6:12
Eike_Batista Forista VIP
Mensagens: 3934
Re: Livros
Avatar do usuário
Registrado em:
Set 09, 2013 15:24
 
 
.
Editado pela última vez por Eike_Batista em Fev 03, 2015 17:18, em um total de 2 vezes.

Fev 17, 2014 23:00
Bessa Forista Assíduo
Mensagens: 215
Re: Livros
Bessa
Registrado em:
Jan 25, 2012 16:08
 
 
Alguém já leu "Mentes brilhantes, rombos bilionários"?

Mar 09, 2014 15:34
Eike_Batista Forista VIP
Mensagens: 3934
Re: Livros
Avatar do usuário
Registrado em:
Set 09, 2013 15:24
 
 
.
Editado pela última vez por Eike_Batista em Fev 03, 2015 17:16, em um total de 2 vezes.

Mar 10, 2014 3:38
Eike_Batista Forista VIP
Mensagens: 3934
Re: Livros
Avatar do usuário
Registrado em:
Set 09, 2013 15:24
 
 
.
Editado pela última vez por Eike_Batista em Fev 03, 2015 17:15, em um total de 1 vez.

Mar 10, 2014 16:47
Eike_Batista Forista VIP
Mensagens: 3934
Re: Livros
Avatar do usuário
Registrado em:
Set 09, 2013 15:24
 
 
.
Editado pela última vez por Eike_Batista em Fev 03, 2015 17:17, em um total de 1 vez.

Mar 10, 2014 16:52
Eike_Batista Forista VIP
Mensagens: 3934
Re: Livros
Avatar do usuário
Registrado em:
Set 09, 2013 15:24
 
 
.
Editado pela última vez por Eike_Batista em Fev 03, 2015 17:14, em um total de 1 vez.

Mar 10, 2014 17:19
Eike_Batista Forista VIP
Mensagens: 3934
Re: Livros
Avatar do usuário
Registrado em:
Set 09, 2013 15:24
 
 
.
Editado pela última vez por Eike_Batista em Fev 03, 2015 17:14, em um total de 1 vez.

Abr 27, 2014 0:07
aule Forista VIP
Mensagens: 3290
Re:
Avatar do usuário
Registrado em:
Nov 08, 2012 19:32
 
 
.
Editado pela última vez por aule em Set 26, 2014 17:06, em um total de 1 vez.

Abr 30, 2014 6:18
aule Forista VIP
Mensagens: 3290
Livro: O capital no século XXI"
Avatar do usuário
Registrado em:
Nov 08, 2012 19:32
 
 
.
Editado pela última vez por aule em Set 26, 2014 17:05, em um total de 1 vez.

Mai 18, 2014 12:06
MLM Estreante
Mensagens: 5
Re: Livros
MLM
Registrado em:
Mai 15, 2014 15:23
 
 
Bom dia pessoal, gostaria de saber qual livro vcs recomendariam para aprender sobre opções.

Mai 18, 2014 15:38
aule Forista VIP
Mensagens: 3290
Re: Livros
Avatar do usuário
Registrado em:
Nov 08, 2012 19:32
 
 
.
Editado pela última vez por aule em Set 25, 2014 23:32, em um total de 1 vez.

Mai 18, 2014 19:28
MLM Estreante
Mensagens: 5
Re: Livros
MLM
Registrado em:
Mai 15, 2014 15:23
 
 
aule escreveu:
MLM escreveu:Bom dia pessoal, gostaria de saber qual livro vcs recomendariam para aprender sobre opções.


eu recomendaria começar pelo material do Bas.tter.

é bem didático para quem está iniciando.

http://migre.me/jesHO

eu comprei as aulas e baixei por download.


Vou dar uma olhada, obrigado.

Jul 02, 2014 15:54
aule Forista VIP
Mensagens: 3290
Re: Livros
Avatar do usuário
Registrado em:
Nov 08, 2012 19:32
 
 
Plano Real fazendo 20 anos e eu resolvi comemorar lendo o livro "Saga Brasileira" da jornalista Mirian Leitão.

É um bom livro sobre história econômica. Principalmente porque muita gente presenciou os fatos descritos no livro.

O maior prazer é voltar ao passado com a própria memória, recordando acontecimentos de uma época em que vc talvez nem estivesse interessado em economia.

A obra está custando R$ 9,90 na amazon na versão kindle.

Trecho de Saga Brasileira, de Miriam Leitão

O que é uma moeda? Quase nada. Um valor que oscila. Uma abstração. Os economistas têm resposta pronta: é reserva de valor, unidade de conta, meio de pagamento. No mundo em que vários países europeus abriram mão das suas moedas para criar o euro, um padrão monetário de laboratório, pode-se dizer que a moeda já perdeu o papel de símbolo nacional que dividia com a bandeira e o hino.

Não foi assim no Brasil. Este livro quer contar a história em que um povo passou por ansiedades e dores, suportou agressões aos seus direitos, velou de madrugada, viveu sobressaltos, fiscalizou, reagiu; acreditou uma vez, duas, seis, quantas vezes foram necessárias; sofreu e torceu por uma moeda. Para alcançá-la foi preciso desmontar armadilhas, quebrar rotinas, reorganizar o país, ousar. Tem sido ainda necessário persistir e não esquecer o destino desejado.

Dentro dos gabinetes dos governos e nas salas das famílias, uma grande história foi vivida. Milhões de pessoas participaram da construção coletiva que não teve figurantes. Foram, todos, peças centrais de uma grande saga.

A moeda de que se fala neste livro vai além das suas funções clássicas. Ela habita o terreno mítico. E é concreta. É o alvo e o caminho. Ao persegui-la, o Brasil encontrou uma trilha que modernizou o país. Por ser tão desejada, foi conduzindo o país na direção de grandiosas tarefas. Fomos removendo obstáculos, superando velhos vícios, corrigindo erros para ter, um dia, uma moeda estável. Seu valor real foi ser o fio condutor de uma travessia.

Como jornalista vi, dia após dia, por longos anos, esta história, épica e dolorosa, sendo contada aos pedaços nas páginas de jornais.Os milhões de brasileiros que sofreram, choraram, perderam bens, tiveram esperança, vigiaram, persistiram têm histórias tocantes e impressionantes para contar. E eles contarão aos seus filhos e netos. Os que tiveram poder de decisão nos momentos críticos são como todos os outros protagonistas da história: tiveram dúvidas e medos; ousaram, erraram, acertaram.

Não é história econômica; é história. No caminho conhecemos a hiperinflação desmoralizante, o ultraje do confisco do dinheiro poupado, tivemos a paciência de aprender e reaprender as regras e manuais dos padrões monetários mutantes. Enquanto isso, criamos nossos filhos, fizemos carreiras, abrimos empresas, planejamos o futuro, pagamos impostos, poupamos, levamos as crianças para a escola, reduzimos a mortalidade infantil, melhoramos o Brasil.

Parece simples, querer ter uma moeda que permaneça e na qual os preços subam e desçam de forma moderada, mas ela foi conquistada depois de muitas batalhas travadas em várias frentes. Nos tempos que aqui se conta, a moeda mudou de nome cinco vezes, perdeu nove zeros, foi dividida por 2.750 no meio de incontáveis intervenções governamentais na vida privada. Temos a tendência de desmerecer o conquistado; subestimar aflições e dores passadas, depois de tudo superado. Mas o que vivemos no Brasil foi maior do que nos damos conta. Escrever este livro foi um persistente sonho que eu carreguei por muito tempo. Ano após ano guardei material, conversas, bastidores e personagens. Foi preciso revisitar velhos jornais e revistas, tentar reencontrar pessoas, entrevistar protagonistas. Fui ajudada nessa busca do passado por dois jovens. Eduardo Mulder dedicou tempo vasculhando revistas e jornais antigos, na Biblioteca Nacional e na Agência Globo, me ajudando no trabalho de capturar flagrantes de um tempo que eu tinha de memória, mas que essa nossa viagem reavivou. Fátima Baptista saiu atrás de pessoas que pudessem nos contar o que ainda se lembram dos tumultos vividos. Agradeço muito aos dois. No túnel do tempo fui atrás de algumas das autoridades que tomaram as decisões ou funcionários que viram os planos sendo produzidos e aplicados. Agradeço a todos eles o tempo que ocupei

E olhando pro Cazuza, inflado de amor, arrematei: “E tem outra, rapá, não vão derrubar a gente assim tão mole, não! Vamos em frente, mesmo porque a morte do Júlio não vai ser em vão. A nossa vida não pode ser em vão, e, se nada pode deter uma pessoa feliz, nada poderá nos deter, pois a nossa história vai ser cada vez mais... cada vez mais...” Chorava copiosamente. Diante daquele vazio, gaguejando mentalmente, tentando pinçar na cabeça o que poderia ser “cada vez mais”, arrematei: “INTENSA!!!!” E não satisfeito, prossegui: “e cada vez mais... DIVERTIDA!!!!” E concluí: “A nossa onda de amor não há quem corte!!” Chacoalhando de emoção, abracei com toda a força o caixão.

Talvez tenha sido ali, naquele momento surreal, que nasceu não só uma vontade, mas um compromisso tácito entre meus amigos de que, uma vez sobrevivendo, eu deveria contar toda a história. Uma saga à procura de um lugar a que se pertencer… Eu precisava, através de um juramento, me motivar o bastante para não ver nossos sonhos serem sepultados com meus amigos.

Preparem‑se porque, a partir de agora, vou contar uma história de amor louca, insólita, humana, demasiadamente humana, imprevisível, improvável, mas bem real: a história da minha vida, que se mescla e se confunde com a da minha geração, do nosso país e de nosso tempo. Não se trata de uma simples narração de um passado longínquo, morto e enterrado, fruto de um devaneio nostálgico. É uma história cheia de vida, de intensidade e de revelações, que incide no presente e se projeta em direção ao futuro.

Portanto, não se enganem: o melhor ainda está por vir, pois essa promessa eu fiz aos meus amigos, ao pé de suas lápides.

E tenham a certeza absoluta de que a cumprirei à risca. em suas agendas. A Sérgio Abranches, companheiro de tantas aventuras, há muito a agradecer, mas escolho o mais relevante, que foi o aviso repetido de que desistir do livro não era a opção aceitável.

Mais do que um evento em si, o que me apaixonou foi a ideia de mostrar que todos os eventos juntos descrevem o processo de amadurecimento institucional do país feito em condições difíceis. Pela dimensão de outras tarefas que nos aguardam, entendo que olhar o bem-feito pode ser de grande valia.

Esta é a história da travessia que vi, orgulhosa, o povo brasileiro fazer no meio de sobressaltos, ao longo de mais de duas décadas. O mestre Guimarães Rosa, conhecedor de sertões e veredas, ensinou que não é no fim, nem no começo, que se sabe a verdade. "O real se dispõe para a gente é no meio da travessia." Foi no caminho que eu entendi o Brasil.

http://veja.abril.com.br/livros_mais_ve ... eira.shtml

Jul 08, 2014 21:58
Armada Press Estreante
Mensagens: 3
Re: Livros
Avatar do usuário
Registrado em:
Jul 08, 2014 21:51
 
 
Riscografia: Livro sobre Esquema Ponzi com lançamento em agosto/2014. Disponível para pré-encomenda.

O que avestruzes, palmeiras, bois, minhocas, camarões, selos, cupons de resposta internacional, leite, espuma e outros elementos corriqueiros têm em comum? A resposta é que todos foram já utilizados como ativo-objeto de um tipo muito comum de fraude. Trata-se de uma fraude de investimento que é erroneamente denominada de pirâmide financeira.

Os fundos de investimento de Bernard Madoff são outro exemplo dessa fraude denominada Esquema Ponzi, operada no mundo no passado e nos dias atuais.

Esquema Ponzi tem data e local de nascimento. Foi em 1920, em Boston, nos Estados Unidos, que Charles Ponzi, italiano de Parma, vivendo como imigrante nos Estados Unidos criou em apenas seis meses, grande alvoroço em torno de uma ideia de investimento. Ele acreditava poder arbitrar operações entre as taxas de câmbio de inúmeras moedas e cupons-resposta internacional, emitidos pela União Postal Universal. As relações de troca entre as moedas estavam se alterando rapidamente, como resposta ao descompasso criado pela Primeira Guerra Mundial no padrão-ouro e o organismo internacional, responsável pela emissão dos cupons, não conseguia acompanhar o ritmo dessas variações cambiais, uma vez que o valor de troca era efetivamente impresso no cupom. Charles Ponzi estimava poder conseguir 400% de retorno em cada operação, mantendo uma rede de colaboradores na Europa para a aquisição e envio dos cupons para os Estados Unidos.

Para financiar suas operações, Ponzi passou a vender notas promissórias com 100% de retorno e vencimento em três meses. Pagando em dia e em sua totalidade as primeiras notas, ele viu o interesse por sua ideia de investimento crescer rapidamente. Em agosto de 1920, as filas de investidores no centro de Boston eram enormes, e Ponzi estava milionário, sendo admirado e ovacionado por onde passava. “Ponzi, você inventou o dinheiro!” diziam seus admiradores.

Lançamento 01/08/2014. Disponível para pre-order na Apple (iBooks), Kobo (Livraria Cultura) e Smashwords.

Links para as Publicações:
Smashwords: https://www.smashwords.com/books/view/452920
Kobo: http://store.kobobooks.com/pt-BR/ebook/esquema-ponzi
Apple:https://itunes.apple.com/br/book/esquema-ponzi-como-tirar-milhoes/id895159685?mt=11
Amazon Kindle em 01/08/2014

Contato:
Armada Press
http://www.armada-de-papel.blogspot.com.br/
armadapress at Yahoo dot com dot br
Twitter: @armadapress

AnteriorPróximo

Voltar para Educacional & Iniciantes

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante